Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

14 Setembro de 2017 | 12h38 - Actualizado em 14 Setembro de 2017 | 12h37

Uíge: APN termina recolha de propaganda eleitoral

Uíge - A Aliança Patriótica Nacional (APN) recolheu já das ruas desta cidade todo o material de propaganda utilizado no quadro das eleições de 23 de Agosto último, informou nesta quinta-feira o secretário provincial desse partido no Uíge, José Sumbo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Em declarações à Angop, o responsável disse que a campanha de recolha do material de propaganda eleitoral foi feita através da mobilização da comissão da juventude daquela força política.

Informou que os militantes da APN começaram a retirar os panfletos e dísticos antes das recomendações da Comissão Nacional Eleitoral (CNE), que orienta as formações políticas concorrentes ao pleito eleitoral retirar o seu material de propaganda até 23 de Setembro do ano em curso.

Assuntos APN   Província » Uíge  

Leia também
  • 11/09/2017 15:41:26

    Uíge: SME repatria onze cidadãos ilegais

    Maquela do Zombo - Onze cidadãos da República Democrática do Congo foram repatriados pelo Serviço de Migração Estrangeiro (SME), nesta segunda-feira, por permanência ilegal no município angolano do Maquela do Zombo (Uíge).

  • 10/09/2017 22:59:21

    JMPLA apela abstenção a actos negativos

    Uíge - Os militantes da JMPLA de diversos núcleos da província do Uíge foram, neste domingo (10), chamados a absterem-se de comportamentos menos bons e a contribuírem para o desenvolvimento do país.

  • 09/09/2017 18:30:56

    Uíge: Militantes do MPLA felicitam eleição de João Lourenço

    Uíge - Os militantes do MPLA, OMA e JMPLA da província do Uíge felicitam e saúdam João Manuel Gonçalves Lourenço pela sua eleição a Presidente da República nas eleições gerais de 23 de Agosto, garantindo o seu apoio para a uma governação sadia.