Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

11 Outubro de 2017 | 17h26 - Actualizado em 11 Outubro de 2017 | 17h26

Efectivos da Polícia Nacional provenientes das FAA em formação no Namibe

Moçâmedes - Trezentos efectivos desmobilizados dos distintos ramos das Forças Armadas Angolana (FAA), entre os quais 34 do sexo feminino, que transitaram para a Polícia Nacional, participam a partir desta quarta-feira no curso básico policial que está a ser ministrado no centro local de instrução desta corporação.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Comandante da PN no Namibe, Sebastião Mendes, no acto de abertura da formação dos ex-militares das FAA enquadrados neste órgão policial

Foto: Clemente Ndala

Com duração de 45 dias, nela os formandos distribuídos em nove turmas de 33 indivíduos cada e organizados em três companhias vão absorver matérias relativas a 15 disciplinas, com particular destaque para as de  língua portuguesa, saúde e primeiros socorros, noções de criminalística, ética e deontologia policial, regulamento disciplinar, legislação rodoviária, armamento e preparação de tiro.

Entre a teoria e prática, os formandos vão igualmente aprender noções sobre o direito penal e direito processual, direitos humanos, organização policial, técnica e táctica de segurança, bem como continência e ordem unida.

Falando durante a sessão de abertura do curso, o comandante provincial da polícia, comissário Alberto Sebastião Mendes, diz que a formação do efectivo proveniente das FAA demostra, em grande medida, a preocupação do comando geral da Polícia Nacional em potenciar o comando provincial do Namibe com mais pessoal, com vista a dar resposta aos eventuais casos de criminalidade que possam surgir nesta parcela do território.

“Com esta formação continuaremos a dar passos significativos na implementação do policiamento de proximidade, que constitui uma filosofia de actuação policial da actualidade, sobretudo nessa fase de consolidação permanente da nossa democracia”, salientou.

De acordo com o director dos recursos humanos do comando provincial do Namibe da Polícia Nacional, superintende-chefe Tomas Carlos de Oliveira, o encerramento do referido curso está previsto para a primeira quinzena de Dezembro do ano corrente.

Aquele oficial assegurou que a acção formativa vai contar com 60 efectivos, entre oficiais, subchefes e agentes que irão leccionar as diversas disciplinas.

Assuntos Província » Namibe  

Leia também
  • 20/03/2018 18:45:24

    Comandante apela combate cerrado à imigração ilegal

    Mbanza Kongo - O comandante provincial do Zaire da Polícia Nacional, Manuel Gouveia, recomendou hoje, terça-feira, em Mbanza Kongo, um combate cerrado à entrada ilegal de estrangeiros no território nacional.

  • 18/03/2018 22:57:59

    Namibe: Unita realça contributo dos partidos para independência

    Moçâmedes- O secretário da Unita para os assuntos eleitorais no Namibe, Justino de Carvalho, realçou hoje o contributo do FNLA, MPLA e da UNITA, na luta de libertação de Angola contra o jugo colonial.

  • 15/03/2018 16:22:52

    Efectivos da FAN exortados a aperfeiçoar conhecimentos sobre comunicação

    Moçamedes - O comandante da Força Área Nacional (FAN)para região Sul, tenente-general João Baptista Costa, exortou hoje, nesta cidade, os efectivos deste órgão militar a aperfeiçoarem mais os sistemas de comunicação, dotando-se assim de ferramentas necessárias para gerir os grandes desafios que se pretende.

  • 14/03/2018 11:49:35

    Relação entre Angola e Vaticano contribui nos valores éticos e morais

    Moçamedes - O núncio apostólico de Angola e São Tomé, Dom Petar Rajic, destacou a cooperação entre o Vaticano e Angola no resgate dos valores éticos, morais e cívicos, por contribuir para a formação de uma geração capaz de responder aos novos desafios.