Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

28 Janeiro de 2018 | 22h06 - Actualizado em 29 Janeiro de 2018 | 10h49

Etiópia: João Lourenço estreia-se na UA

Addis-Abeba (Dos enviados especiais) - Sob olhar atento de mais de 50 Chefes de Estado e de Governo da União Africana (UA) e altas entidades da ONU, o Presidente da República, João Lourenço, estreou-se, neste domingo, em Addis-Abeba, no mais importante fórum de concertação política de África.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Etiópia: Presidente da República, João Lourenço, durante a 30ª Sessão Ordinária da Conferência dos Chefes de Estado e Governo da União Africana (UA).

Foto: Pedro Parente

Eleito no cargo em 2017, na sequência das Eleições Gerais de 23 de Agosto, o estadista angolano foi um dos quatro "novos rostos" da UA chamados a intervir na cerimónia de abertura da 30ª Sessão Ordinária da Conferência dos Chefes de Estado e de Governo.

João Lourenço fez uma intervenção de aproximadamente oito minutos, tendo ressaltado, no seu discurso, os ganhos produzidos com a reforma institucional em curso na organização continental.

O Presidente Angolano, que interveio depois de outros influentes líderes políticos de África e da ONU, deu acento tónico à questão dos conflitos e do combate à pobreza no continente, tendo pedido, por outro lado, acções mais concretas para mudar a imagem de África no mundo.

Nessa sua primeira aparição na sede da UA, na qualidade de Chefe de Estado, João Lourenço reafirmou o engajamento de Angola para com a União Africana (UA), e reiterou a disponibilidade dos angolanos contribuírem para que a África ser torne mais eficiente.

Saudou as medidas implementadas por Alpha Condé, Presidente da República da Guiné e Presidente cessante da União Africana, tendo realçado os "notáveis avanços" que imprimiu, particularmente no domínio da Paz e Segurança, e Luta contra o terrorismo.

No seu dia de estreia como Presidente da República, na UA, João Lourenço disse ter sido uma honra tomar parte dos trabalhos da Conferência dos Chefes de Estado.

"Sinto-me bastante honrado em fazer uso da palavra nesta Magna Assembleia", declarou.

Além de João Lourenço, tomaram também a palavra, na qualidade de Presidentes estreantes na UA, os Chefes de Estado do Zimbabwe, Emmerson Mnangagwa, e da Libéria, George Weah, que a par do estadista angolano foram eleitos recentemente.

De igual modo, interveio o Presidente do Benin, Patrice Talon, que, não tendo sido eleito recentemente,  nunca esteve na maior cimeira da UA.

Entretanto, ainda hoje João Lourenço desenvolveu intensa actividade paralela com parceiros africanos e mundiais, tendo mantido contacto com homólogos e dirigentes de empresas influentes no continente.

O Presidente angolano manteve encontro com o homólogo das Ilhas Seychelles Danny Faure, o Presidente do Conselho da Organização Internacional da Aviação Civil, Bernard Aliu, e o Presidente da Comissão da União Africana, Moussa Faki Mahama.

Encontrou-se ainda com o Presidente do Egipto, Abdul Fatah Khalil Al-Sisi, o responsável da
Ethiopian Airlines, e com a Comissária da União Africana para a Agricultura, Desenvolvimento Rural e Ambiente, a angolana Josefa Sacko .

Na mesma senda, participou de uma gala para premiar os países que se empenharam na luta contra a malária, na qual ofereceu lembranças a alguns países, além de ter dado uma réplica do Pensador em bronze (símbolo da cultura angolana) à União Africana.

A oferta foi recebida pelo Presidente da Comissão da União Africana, Moussa Faki Mahama.

A 30ª Cimeira dos Chefes de Estado e de Governo da UA decorrer sob o lema "Vencer a Luta Contra a Corrupção: Um Caminho Sustentável para a Transformação de África".

Entre os documentos a analisar, constam os relatórios do Conselho de Paz e Segurança, as suas actividades e Ponto da Situação em África, assim como o respeitante ao Comité de Alto Nível para a Líbia, a cargo do Presidente congolês, Denis Sassou Nguesso.

De igual modo, devem ser apreciados o documento sobre as Questões da Zona de Comércio Livre Continental (ZCLC), sobre o qual se pronunciará o Presidente da República do Níger, Mahmadou Issoufou, e o Chefe de Estado gabonês, Ali Bongo Ondimba, sobre Alterações climáticas.

O relatório relativo à Promoção de Parcerias entre a União Africana e a Organização das Nações Unidas para o Reforço das Capacidades em Matéria de Operações de Manutenção de Paz vai ser apresentado pelo Presidente Jacob Zuma, da África do Sul

Assuntos Cimeira  

Leia também
  • 21/03/2018 23:53:29

    Angola orgulhosa da Zona de Livre Comércio

    Luanda - Angola sente-se orgulhosa de fazer parte do primeiro grupo que proclamou hoje a Zona de Livre Comércio Continental em Kigali - disse hoje em Luanda o ministro angolano das Relações Exteriores, Manuel Augusto.

  • 20/03/2018 16:02:55

    PR já em Kigali para Cimeira de Chefes de Estado

    Kigali (Dos enviados Especiais) - O Presidente da República, João Lourenço, acabou de chegar a Kigali, capital do Rwanda, para quarta-feira participar na X Cimeira Extraordinária de Chefes de Estado da União Africana, que proclamará a Zona de Livre Comércio Continental.

  • 14/02/2018 12:07:29

    PR chega a Kinshasa para cimeira tripartida

    Kinshasa (Dos enviados especiais) - O Presidente da República, João Lourenço, desembarcou hoje, quarta-feira, em Kinshasa, República Democrática do Congo (RDC), para participar numa cimeira tripartida ao lado dos homólogos do país anfitrião, Joseph Kabila e do Congo, Dennis Sassou Nguesso.

  • 13/02/2018 16:31:24

    Cimeira Tripartida rebate situação na RDC

    Luanda - A situação na República Democrática do Congo (RDC) vai juntar nesta quarta-feira (14), uma vez mais, os chefes de Estado de Angola, João Lourenço, da RDC, Joseph Kabila, e do Congo, Denis Sassou N'Guesso, numa mini-cimeira.