Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

06 Fevereiro de 2018 | 18h29 - Actualizado em 06 Fevereiro de 2018 | 18h29

Angola e Cabo Verde estudam reforço da cooperação

Luanda - Angola e Cabo Verde, dois países da comunidade de falantes da Língua Portuguesa, preparam acções para o reforço e a diversificação das relações bilaterais, em vários domínios, informou nesta terça-feira, em Luanda, o ministro angolano das Relações Exteriores, Manuel Augusto.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Ministro Luís Filipe Tavares (à esq.) com Manuel Augusto

Foto: Lucas Neto

Ministro das Relações Exteriores de Angola, Manuel Augusto

Foto: Lucas Neto

O ministro, que falava no quadro das conversações oficiais entre delegações dos dois países que decorreram na sede do Ministério das Relações Exteriores de Angola, afirmou que a presença da delegação cabo-verdiana no país reflecte a vontade comum de elevar as relações existentes.

Trata-se de esforços que devem estar virados, sobretudo, para as áreas onde as valências de cada país possam contribuir para o surgimento de vantagens recíprocas.

Manuel Augusto referiu que a nível bilateral estão rubricados cerca de 40 instrumentos jurídicos, entre os quais, acordos, convenções e memorandos.

Na óptica do governante angolano, os referidos instrumentos necessitam de ser revistos para se aferir a sua actualidade e eficácia.

Por este motivo, acrescentou, deve ser revitalizada a Comissão Bilateral de Cooperação, um importante mecanismo de cooperação.

Ao pronunciar-se, o ministro da dos Negócios Estrangeiros, Comunidades e da Defesa de Cabo Verde, Luís Filipe Tavares, manifestou a disponibilidade do seu país em ajudar Angola nos diferentes domínios.

Luís Filipe Tavares manifestou o apoio do arquipélago a Angola, caso este país venha a decidir candidatar-se a membro permanente do Conselho de Segurança da ONU, em representação do continente, no quadro das reformas da organização.

Cabo Verde, disse, pretende ainda uma mobilidade total entre cidadãos dos dois países.

No país desde hoje, o governante cabo-verdiano tem agendado encontros com distintas autoridades nacionais.

Assuntos Diplomacia  

Leia também
  • 05/11/2018 20:13:47

    Manuel Augusto prepara visita do Chefe de Estado a Moçambique

    Luanda - O ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto, trabalhou durante três dias em Moçambique para, entre outros, reforçar os laços de cooperação nos vários domínios e preparar a visita de Estado do Presidente da República, João Lourenço.

  • 05/11/2018 19:02:50

    Embaixador Rui Orlando Xavier apresenta cartas figuradas

    Luanda - O embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da República de Angola, Rui Orlando Xavier, entregou nesta segunda-feira, em Tóquio, no Japão, as Cartas Figuradas ao vice-ministro dos Negócios Estrangeiros daquele país, Takeo Akiba.

  • 02/11/2018 17:58:03

    Angolano integra comité da ONU para questões orçamentais

    Nova Iorque - A Assembleia Geral das Nações Unidas elegeu, esta sexta-feira, em Nova Iorque, o diplomata angolano Makiese Kinkela Augusto para integrar o Comité Consultivo para as Questões Administrativas e Orçamentais (CCQAB ou ACABQ) para o período 2019-2021.

  • 26/10/2018 22:01:20

    Empresários belgas querem diamantes angolano - Chikoty

    Bruxelas (Dos enviados especiais) - Empresários belgas têm manifestado interesse na compra do diamante angolano, facto que obriga o país a investir no aumento da produção desse mineral, afirmou nesta sexta-feira em Bruxelas o embaixador de Angola nesse pais europeu, Georges Chikoty.