Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

08 Fevereiro de 2018 | 17h55 - Actualizado em 08 Fevereiro de 2018 | 18h46

Ocupantes da vala do Cariango vão para o Zango

Luanda - Trinta e duas casas estão construídas no projecto habitacional do Zango, em Viana, para realojar igual número de agregados familiares, cadastrados ao longo da vala de drenagem Cazenga/Cariango/Benfica.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Presidente da República, João Lourenço, durante visita à escola nº 1077, no Cassequel do Buraco

Foto: Lucas Neto

vala de drenagem Cazenga/Cariango, visitada pelo Presidente João Lourenço

Foto: Lucas Neto

O realojamento dos moradores nas novas residências está dependente da conclusão de algumas infra-estruturas para água potável, energia eléctrica e sistemas de rede de esgotos, segundo o director-geral da Unidade Técnica de Saneamento de Luanda, Manuel Van-Dúnem.

O responsável, que prestou essa informação ao Presidente da República, João Lourenço, durante uma visita de campo a vários projectos  sociais nos municípios de Luanda, Talatona, Cacuaco, Viana e Cazenga, disse ser fundamental o cadastro actualizado do número de famílias que habita ao logo da vala, por considerar ultrapassados os dados de há três anos que indicavam a existência de 32 agregados familiares por realojar.

Apontou como constrangimento da deficiente drenagem das águas, na vala do Cazenga/Cariango/Benfica, a deposição pelos cidadãos de lixo no seu interior.

As obras de construção da vala, iniciadas há seis anos, estão avaliadas em 136 milhões de dólares e que foram já executadas em 93 por cento, com 264 quilómetros de rede de saneamento.

Ao longo da referida vala será construída a primeira circular da cidade de Luanda, que passará também sobre o rio Kambamba, um projecto orçado cerca de 100 milhões de dólares.

Manuel Van-Dúnem explicou ao Presidente sobre o estado das redes técnicas em curso, concluídas e a vala de drenagem Kilamba, bem como obras de macro drenagem.

Em termos de macro drenagem estão concluídas as valas da Precol, Soroca, Canal de São Pedro, Senado da Câmara, Bairro Nelito Soares e Rio Seco, faltando apenas as do Cazenga/Cariango e Kilamba.

Nesta sua primeira jornada de campo do ano 2018 em Luanda, João Lourenço deslocou-se ao Cassequel do Buraco, distrito urbano da Maianga, onde constatou o estado da escola 1077.

Com o mesmo propósito, visitou o gabinete de reconversão urbana, situado no Futungo de Belas.

A jornada de campo do Presidente, que iniciou às 9h00, teve por objectivo visitas de constatação às centralidades do Kilamba, KK 5000, Zango 8000, escola na Vila Pacífica.

Antes de terminar a sua jornada de campo na 5ª Avenida, no município do Cazenga, ao Presidente da República foi apresentado um projecto de três mil fogos habitacionais, próximo à Centralidade do Sequele, município de Cacuaco.

Leia também
  • 08/02/2018 18:52:05

    Sistema de drenagem do Zango 8000 fica pronto em Agosto

    Luanda - O sistema de escoamento de águas residuais e pluviais do Projecto Habitacional Zango 8000, no município de Viana, em Luanda, deve estar concluído em Agosto próximo, confirmou, nesta quinta-feira, o vogal do conselho de gestão da Imogestin, Paulo Silva.

  • 08/02/2018 11:20:19

    Presidente visita pólo de desenvolvimento do Futungo de Belas

    Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, foi informado hoje, quinta-feira, sobre o andamento do projecto de requalificação do perímetro desanexado do Futungo de Belas e da península do Mussulo.

  • 08/02/2018 10:53:39

    PR inspecciona obras de valas de drenagem em Luanda

    O Presidente da República, João Lourenço, iniciou hoje, quinta-feira, a inspecção a diversas infraestruturas da província de Luanda, com a visita à vala de drenagem Cazenga/Cariango/Benfica.