Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

09 Fevereiro de 2018 | 19h40 - Actualizado em 09 Fevereiro de 2018 | 19h39

Quatro de Fevereiro e diplomacia presidencial constituem destaques

Luanda - As comemorações alusivas ao 57º aniversário do início da luta armada de libertação nacional, a indicação de nove embaixadores e as actividades diplomáticas do Presidente da República dominaram o noticiário político desta semana.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Cerimónia de posse de novos embaixadores (arquivo)

Foto: Francisco Miudo

Várias manifestações políticas e culturais ocorreram por todo o país e no estrangeiro para lembrar a bravura dos nacionalistas que a 4 de Fevereiro de 1961 atacaram, a catana, instituições do poder colonial português.

Os ataques marcaram o início da luta armada de libertação nacional, que culminou com a proclamação da Independência Nacional a 11 de Novembro de 1975.

O Chefe de Estado nomeou novos chefes das missões diplomáticas em França, Bélgica, Luxemburgo, China, São Tomé e Príncipe, para os Escritórios das Nações Unidas e organismos internacionais em Genebra, África do Sul, na ONU, Espanha, Botswana e para o Quénia em acumulação com a representação junto dos Escritórios da ONU em Nairobi.

Na cerimónia de posse o Presidente João Lourenço defendeu uma diplomacia virada para atracão de investimento privado e para a internacionalização de produtos angolanos.

Na semana que finda o Presidente da República recebeu em audiências chefe do escritório regional da ONU para a África Central, François Lounceny Fall, o ministro de Estado dos Emirados Árabes Unidos, sultão Al Jaber, os ministros das Relações Exteriores do Brasil, Aloysio Nunes, e de Cabo Verde, Luís Filipe Tavares, no quadro do reforço das relações de cooperação.

O Representante da ONU exaltou o papel de Angola na busca da paz para a região da África Central, em particular para a República Democrática do Congo (RDC).

As autoridades dos Emirados Árabes Unidos (EAU) manifestaram a intenção de investir em Angola nas áreas dos petróleos, telecomunicações, agricultura, transportes, infra-estruturas portuárias e aeroportuários.

Angola e Brasil, por via dos titulares da diplomacia, reafirmaram o compromisso de continuar a fortalecer e aperfeiçoar os laços de amizade e de cooperação que unem os dois países e povos.

No quadro dessa parceria foi anunciada a abertura de uma linha de financiamento de dois biliões de dólares norte-americanos para Angola.

Já o ministro dos Negócios Estrangeiros, Comunidades e da Defesa de Cabo Verde, Luís Filipe Tavares, entregou uma mensagem do Presidente Jorge Carlos Fonseca a convidar o homólogo angolano para participar na Cimeira CPLP a realizar-se, em Julho, na Cidade da Praia.

O ministro de Estado e Chefe da Casa de Segurança do Presidente da República, Pedro Sebastião, declarou numa reunião das chefias militares que as forças armadas devem ser auto-suficientes e contribuir, em tempo de paz, para o desenvolvimento económico e social da nação.

O nacionalista angolano Brito Sozinho foi homenageado pelo Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC) pela dedicação na luta pela liberdade e justiça dos povos guineense e angolano, à margem do congresso daquela organização política.

Assuntos Angola   Política   Resenha  

Leia também
  • 09/02/2018 18:30:40

    Angola beneficia de financiamento do Brasil

    Luanda - Dois biliões de dólares norte-americanos é o valor da linha de financiamento concedida a Angola pelo Governo brasileiro, num montante a ser suportado, como no passado, pelo Banco Nacional do Desenvolvimento do Brasil (BNDES).

  • 09/02/2018 17:23:56

    Procurador-geral quer maior dinamismo no sector

    Luanda - O Procurador-geral da República, Hélder Pita Grós, defendeu nesta sexta feira, em Luanda, uma procuradoria mais actuante, dinâmica, imparcial e que satisfaça os anseios dos cidadãos.

  • 09/02/2018 17:23:43

    PR recomenda modelo sustentável de limpeza para Luanda

    Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, recomendou nesta sexta-feira medidas para tornar o modelo de limpeza pública da província de Luanda mais sustentável para os cofres do Estado.

  • 09/02/2018 15:35:03

    Governador quer apoio para suplantar interferências

    Luanda - O governador de Luanda, Adriano Mendes de Carvalho, pediu a intervenção do Presidente da República, João Lourenço, para colocar fim às interferências que têm surgido no processo de governação da capital do país.