Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

07 Fevereiro de 2018 | 19h59 - Actualizado em 07 Fevereiro de 2018 | 20h04

PR quer diplomacia virada para sector económico

Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, defendeu nesta quarta-feira, em Luanda, uma diplomacia virada para o sector económico, a fim de atrair mais investimento privado para o país.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Entidades empossadas pelo Presidente da República

Foto: Francisco Miudo

Presidente da República, João Lourenço

Foto: Francisco Miudo

Segundo o Chefe de Estado, que falava na cerimónia de empossamento de nove embaixadores de Angola, a aposta na diplomacia económica deve servir também para levar produtos angolanos a outros mercados.

Destacou o facto de as missões diplomáticas jogarem um papel importante na execução da política externa dos Estados na sua missão de aproximar os povos e assegurar que haja laços permanentes e sólidos de cooperação nos diferentes domínios.

João Lourenço salientou que no caso de Angola, e na actual conjuntura do país, a diplomacia deve assegurar, sobretudo, uma maior cooperação.

Na cerimónia foram empossados pelo Presidente João Lourenço as seguintes entidades:

- João Bernardo de Miranda, para o cargo de Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da República de Angola acreditado na República Francesa;

- Georges Rebelo Pinto Chikoti, para o cargo de Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da República de Angola acreditado no Reino da Bélgica, Grão Ducado do Luxemburgo e Representante Permanente Junto da União Europeia;

- João Salvador dos Santos Neto, para o cargo de Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da República de Angola acreditado na República Popular da China;

- Joaquim Duarte Pombo, para o cargo de Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da República de Angola acreditado na República de São Tomé e Príncipe;

- Margarida Rosa da Silva Izata, para o cargo de Embaixadora Extraordinária e Plenipotenciária da República de Angola acreditada junto dos Escritórios das Nações Unidas e demais organismos internacionais em Genebra;

- Maria Filomena Lobão Telo Delgado, para o cargo de Embaixadora Extraordinária e Plenipotenciária da República de Angola acreditada na República da África do Sul;

- Maria de Jesus dos Reis Ferreira, para o cargo de Embaixadora Extraordinária e Plenipotenciária da República de Angola acreditada na Representação Permanente junto da Organização das Nações Unidas em Nova Iorque;

- José Luís de Matos Agostinho, para o cargo de Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da República de Angola acreditado no Reino de Espanha;

- Beatriz Antónia Manuel de Morais, para o cargo de Embaixadora Extraordinária e Plenipotenciária da República de Angola acreditada na República do Botswana;

- Syanga Kivuila Samuel Abílio, para os cargos de Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário da República de Angola acreditado na República do Quénia e Representante Permanente junto dos Escritórios das Nações Unidas em Nairobi.

Por último, o Presidente da República assinou um despacho a nomear interinamente Domingos Guilherme, para responder pelos assuntos da competência do Governador da Província do Bengo enquanto não for nomeado um Governador.

Domingos Guilherme é Vice-Governador da província do Bengo para os Serviços Técnicos e Infra-estruturas.

Leia também