Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

13 Fevereiro de 2018 | 16h31 - Actualizado em 14 Fevereiro de 2018 | 07h59

Cimeira Tripartida rebate situação na RDC

Luanda - A situação na República Democrática do Congo (RDC) vai juntar nesta quarta-feira (14), uma vez mais, os chefes de Estado de Angola, João Lourenço, da RDC, Joseph Kabila, e do Congo, Denis Sassou N'Guesso, numa mini-cimeira.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Presidente da Repúplica, João Lourenço (esq.) sauda Presidentes da RDC, Joseph Kabila (centro) e Denis Sassou Nguesso do Congo Brazaville (Arquivo)

Foto: Cortesia de Carlos Alberto Campos

Depois de em Dezembro de 2017 terem concertado posições em Brazzaville, o encontro que desta vez se realiza em Kinshasa, na RDC, se enquadra nas consultas regulares entre os três chefes de Estado de países membros da Conferência Internacional sobre a Região dos Grandes Lagos (CIGRL).

Na base das permanentes consultas entre representantes dos três países fronteiriços está, entre outros, a remarcação das eleições gerais na RDC, que passaram de  31 de Dezembro de 2017 para  23 de Dezembro de 2018, facto que desagrada a oposição.

Essa situação levou a que a oposição exigisse a saída do Presidente Kabila que constitucionalmente está impedido de voltar a concorrer ao mandato presidencial.

O adiamento alimentou suspeitas de que Joseph Kabila tente eliminar limites constitucionais de mandato, o que deixa latente uma convulsão social interna com prováveis consequências para os países vizinhos.

Entretanto, da parte do Presidente Kabila há o comprometimento de cumprir o calendário eleitoral para o pleito de Dezembro próximo.

Essa posição do Presidente Kabila também já havia sido manifestada aos homólogos de Angola e do Congo, durante uma cimeira sobre o mesmo tema, realizada em Dezembro de 2017, em Brazzaville.

Desde então Angola e Congo seguem mais de perto o processo na RDC, no sentido de ajudarem e junto da comunidade internacional poderem ser garantes de que os objectivos que todos almejam (eleições livres e justas) possam ser alcançados a 23 de Dezembro de 2018. 

Assuntos Cimeira  

Leia também
  • 18/08/2018 19:18:13

    Presidente da Assembleia Nacional já está em Luanda

    Luanda - O Presidente da Assembleia Nacional, Fernando da Piedade Dias dos Santos, regressou hoje, sábado, ao país, depois de ter participado, na cidade de Windhoek (Namíbia), na 38ª Cimeira dos Chefes de Estado e de Governo da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), que decorreu de 17 a 18 do corrente mês.

  • 18/08/2018 15:02:37

    Presidente da República regressa a Luanda

    Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, regressou ao princípio da tarde deste sábado a Luanda, proveniente de Windhoek, onde participou, de 17 a 18 do presente, na 38ª Cimeira Ordinária dos Chefes de Estado e de Governo da SADC.

  • 17/08/2018 18:42:28

    Executivo define políticas de valorização da juventude - Ana Dias Lourenço

    Windhoek (Dos enviados especiais) - O Executivo angolano tem definido políticas concorrentes para à capacitação e valorização da juventude, informou nesta sexta-feira, em Windhoek (Namíbia), a primeira-dama da República, Ana Dias Lourenço.

  • 17/08/2018 17:07:00

    Paz constitui principal desafio da SADC

    Windhoek (Dos enviados especiais) - O Chefe de Estado sul-africano, Cyril Ramaphosa, considerou a paz e segurança como os principais desafios para a região austral de África.