Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

14 Fevereiro de 2018 | 20h06 - Actualizado em 15 Fevereiro de 2018 | 09h20

Huambo: PGR investiga processo de peculato envolvendo mais de 50 empresas

Huambo - Mais de 50 empresas suspeitas de envolvimento em crimes de peculato na província do Huambo estão a ser investigadas pela Procuradoria-Geral da República, desde 2014.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Sub-procurador geral da República cessante do Huambo - Tito Cassule

Foto: Júlio Vilinga

O facto foi dado a conhecer hoje, quarta-feira, à Angop, pelo sub-procurador Geral da República titular cessante nesta província, Tito Miguel Cassule, á margem da cerimónia de entrega de pastas ao seu sucessor, Domingos Joaquim.

Disse que o processo-crime, denominado “restos a pagar”, encontra-se, por enquanto, na sua fase de instrução preparatória, admitindo a possibilidade das empresas envolvidas terem desviado avultadas somas monetárias do erário público.

Sem entrar em mais detalhes, o magistrado, que considera estar-se diante de uma investigação complexa, informou estarem arrolados no processo algumas empresas de outras províncias, as quais não revelou.

Tito Miguel Cassule, substituído por Domingos Joaquim, vai exercer as mesmas funções na província do Cuanza Norte, onde o seu sucessor ocupava o cargo.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também