Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

12 Fevereiro de 2018 | 18h25 - Actualizado em 12 Fevereiro de 2018 | 19h26

Nacionalista alerta para valorização dos heróis nacionais

Lisboa (Da correspondente) - Os jovens angolanos residentes em Portugal foram aconselhados hoje, segunda-feira, em Lisboa, pelo ex-guerrilheiro António Armanda a valorizar os esforços dos heróis do 4 de Fevereiro e de todos os nacionalistas, que tudo deram para a auto-determinação do povo e o progresso do país.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

António Armanda, que abordava o tema “A juventude e o legado do 4 de Fevereiro” numa palestra realizada pelo Fórum de Jovens Angolanos em Portugal (FJAP), disse ser importante que os jovens tenham consciência da importância destes e do seu contributo para o engrandecimento e desenvolvimento do país.  

Na sua apresentação, reiterou a importância da união entre os angolanos, salientando que durante a luta de libertação nacional não tinham material qualificado de combate, mas a vontade de ver o país a trilhar por um melhor caminho era grande e fez com que a união fosse a arma mais forte para libertar  o país do jugo colonial.

“Isto significa que todos unidos somos mais forte e, por está razão, é necessário que todos estejamos unidos para a melhoria de Angola que a nós pertence”, acrescentou.

De acordo com a segunda secretária do comité da JMPLA em Portugal, Joffrana Xavier, é importante que a juventude saiba de onde vieram para terem noção da luta do povo angolano e poder ir a busca dos exemplos do passado como motivação para superar os desafios.

A actividade enquadra-se nas comemorações ao 57º aniversário do início da luta armada de libertação nacional, assinalado a 4 de Fevereiro.

Assuntos Celebração  

Leia também
  • 26/08/2018 19:12:55

    Detidos mais de 400 cidadãos por violação de fronteira

    Uíge - Quatrocentos e 39 cidadãos, entre estrangeiros e nacionais, foram detidos nos últimos doze meses na fronteira entre o Município de Maquela Zombo, província do Uíge, a República Democrática do Congo (RDC), pela Polícia local de Guarda Fronteiras, por violação de fronteira e contrabando de combustível

  • 13/04/2018 19:21:58

    MPLA exorta jovens a continuarem o seu papel histórico

    Luanda - A juventude angolana foi exortada, esta sexta-feira, a continuar a desempenhar o seu papel histórico e diferenciado, como o tem feito ao longo de todo o processo de desenvolvimento de Angola.

  • 05/04/2018 01:01:24

    Governador quer unidade para a preservação da paz

    Uíge - O governador provincial do Uíge, Pinda Simão, defendeu ,quarta-feira, na cidade de Negage, 37 quilómetros da sede capital da província, o reforço contínuo do espírito de maior unidade nacional e fraternidade entre os angolanos para a manutenção da paz no país.