Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

22 Fevereiro de 2018 | 19h02 - Actualizado em 23 Fevereiro de 2018 | 12h22

Desempenho da Comunicação Social agrada UNITA

Huambo - A UNITA na província do Huambo considera patriótica a actual postura dos órgãos locais de Comunicação Social, por estar alinhada aos esforços de consolidação do Estado democrático de direito.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Jornalistas de vários orgãos de Informação

Foto: Francisco Miudo

Falando em conferência de imprensa, o seu secretário, Liberty Chiyaka, assumiu haver mais pluralidade, imparcialidade e isenção na divulgação dos factos, contrariamente ao que ocorria antes das eleições gerais de 2017.

“Devemos reconhecer que a Televisão Pública, a Rádio Nacional, o Jornal de Angola e a Agência de Noticias Angolapress melhoraram bastante a qualidade dos conteúdos noticiosos, desde a eleição do novo governo”, afirmou.

O responsável da UNITA nesta província disse que o novo paradigma da Comunicação Social impede que os cidadãos recorram às redes sociais para se manifestarem acerca de assuntos antes considerados sensíveis.

Para Liberty Chiyaka a satisfação do seu partido tem a ver, também, com o facto da imprensa estar a dar voz aos cidadãos e aos partidos da oposição, promovendo a cidadania activa, a reconciliação e unidade nacional.

Em relacção ao país, disse estar a ser criado um espaço político, económico, social e cultural favorável ao diálogo, o reconhecimento das diferenças e aceitação recíproca.

Ao encorajar a actual postura da Comunicação Social, informou que a agenda política do seu partido prevê a despartidarização do Estado, a reconciliação nacional, a cultura de tolerância e igualdade, combate à corrupção.

Sem especificar como será executada esta agenda, Liberty Chiyaka disse que maior atenção vai ser dada a concertação directa com o Estado, partidos políticos, sociedade civil e o poder tradicional, construindo um diálogo inclusivo.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também