Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

04 Dezembro de 2018 | 15h04 - Actualizado em 04 Dezembro de 2018 | 15h03

Administrador do Huambo detido por suspeita de crime de peculato

Huambo - O administrador do município doHuambo, Victor Tchissingui, foi detido hoje, terça-feira, como resultado de uma medida de coação pessoal aplicada pela Procuradoria-Geral da República (PGR), por indícios de crimes de peculato, quando exerceu o cargo de director do Gabinete de Estudos e Projectos (GEP) do Governo do Huambo, entre 2011 a 2014.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Segundo apurou à ANGOP de fonte do Ministério Público de que o arguido estava, até ao momento da detenção preventiva, a ser investigado, no prosseguimento da busca da verdade material sobre os 51 processos de peculato que envolvem funcionários do Governo, acusados de desvios de fundos públicos, entre eles, o administrador municipal do Longonjo, João Sérgio Raúl, que na altura dos factos exercia as funções de secretário-geral do Governo do Huambo,  detido pelas mesmas circunstância a 16 de Novembro.

Antes de ser encaminhado à Cadeia do Cambiote, o actual administrador do Huambo, tinha sido constituído arguido sob termo de identidade e residência pela PGR, a 19 de Outubro.

Em breves declarações à ANGOP, o director do Estabelecimento prisional do Cambiote, superintendente prisional chefe, José Bravo Domingos, confirmou a detenção do actual administrador do município, que, também, já terá feito a triagem, de modo a se conhecer o recluso, do ponto de vista comportamental e saber como viveu na sociedade.
 

Além da detenção dos dois administradores municipais, a PGR deteve, a 5 de Novembro, no âmbito do mesmo processo-crime, denominado "Restos a pagar", o chefe de secção de Execução Orçamental e Contabilidade do Governo do Huambo, Claudino Sicato Fernandes Isaías.

Sob termo de identidade e residência está  o ex-chefe do Departamento de Administração, Património, Informática, Gestão do Orçamento e Transportes do Governo do Huambo, Constantino de Jesus César, que exerceu a função de 2010 a 2014.

Leia também
  • 01/02/2019 16:28:52

    Ex-director do INEA em prisão preventiva

    Luanda - O ex-director do Instituto de Estradas de Angola (INEA), Joaquim Sebastião, está em prisão preventiva, depois de ter sido ouvido quinta-feira (31) pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), em Luanda.

  • 29/01/2019 21:08:20

    Manuel Rabelais falha audição na DNIAP

    Luanda - O deputado angolano Manuel Rebelais faltou, nesta terça-feira, a um interrogatório no Departamento Nacional de Investigação e Acção Penal (DNIAP) da Procuradoria-Geral da República, onde deveria ser ouvido no âmbito de um processo movido contra si, em 2018.

  • 24/01/2019 00:17:56

    Três réus vão a interrogatório no Tribunal Supremo

    Luanda - Os réus Million Isaac Haile, Manin Wanitchanon e André Roy serão os destaques da sessão de interrogatórios desta quinta-feira do processo 001/18, conhecido por "Burla Tailandesa", que decorre seus trâmites na 1ª Câmara de Crimes do Tribunal Supremo.

  • 23/01/2019 18:48:04

    Justiça realça aprovação do novo Código Penal

    Luanda - O ministro da Justiça e dos Direitos Humanos, Francisco Queiroz, considerou a aprovação do novo Código Penal Angolano um acontecimento histórico, por constituir um dos pilares da reforma do sistema judicial em curso no país.