Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

04 Dezembro de 2018 | 13h02 - Actualizado em 04 Dezembro de 2018 | 19h48

Polícia vai punir agentes do "Caso Gajajeira"

Luanda - A Polícia Nacional vai sancionar os agentes da corporação que cometeram excessos, na última segunda-feira, durante a acção de recolha de bens das vendedoras do mercado da Gajajeira, em Luanda.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ministro do Interior, Ângelo da Veiga Tavares

Foto: Cortesia de Mota Ambrósio/ Edições Novembro

A informação foi avançada nesta terça-feira, pelo ministro do Interior, Ângelo da Veiga Tavares, que confirmou ter havido uma postura excessiva dos mesmos.

As manifestantes alegaram que, a coberto da "Operação Resgate" (iniciada a 6 de Novembro), agentes da Polícia Nacional e da fiscalização invadiram vários locais onde estavam armazenados os seus produtos, tendo-os retirado sem qualquer orientação.

A medida dos agentes enquadrou-se na "Operação Resgate", que decorre em todo o país, por tempo indeterminado, com o fito de recuperar os melhores valores da angolanidade, de educação, ordem, civismo, respeito pelo bem público e pelo próximo.

Falando à margem do acto de entrega de viaturas a alguns órgãos daquele departamento ministerial, o ministro reconheceu que a acção foi a menos correcta e resultou no mal-estar e manifestação das vendedoras.

Confirmou que as vendedoras já estão a receber os seus produtos, retirados das casas de processo (de armazenamento), sem especificar quanto ainda falta devolver e as medidas disciplinares que serão aplicadas aos agentes faltosos.

Assuntos Angola   Polícia Nacional  

Leia também