Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

11 Dezembro de 2018 | 20h00 - Actualizado em 11 Dezembro de 2018 | 19h00

Governador defende mais participação na luta à corrupção

Sumbe - O governador provincial do Cuanza Sul, Eusébio de Brito Teixeira, defendeu nesta terça-feira uma participação activa da sociedade na luta contra a corrupção, uma das prioridades do mandato do Presidente João Lourenço.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Eusebio de Brito Teixeira Governador do Kuanza Sul

Foto: Francisco Miudo

Eusébio de Brito Teixeira falava na abertura do seminário sobre prevenção e combate à corrupção, e alertou para a necessidade do alargamento dessa acção a todos estratos da sociedade.

 “Não podemos limitar a nossa visão apenas aos que exercem cargos de direcção e chefia na administração pública”, afirmou.

No encontro promovido pela Procuradoria-geral da República (PGR), o governador sublinhou que o Executivo está a reforçar os mecanismos institucionais de acompanhamento e fiscalização contra a corrupção.

Igualmente no quadro do Dia Internacional Contra a Corrupção assinalado a 9 do mês em curso, o governador provincial do Uíge, Pinda Simão, pediu o incremento das acções de defesa dos direitos humanos.

Para Pinda Simão as questões sobre os direitos humanos devem merecer maior divulgação junto da população.

No Cunene, quarenta e seis processos de corrupção, branqueamento de capitais e conexos foram notificados pela PGR, 13 dos quais introduzidos a julgamento para acusação.

O facto foi anunciado pelo Procurador adjunto da República junto do Serviço de Investigação Criminal (SIC), Dionísio de Jesus, durante uma mesa redonda sobre a “corrupção”.

O 9 de Dezembro foi instituído pela ONU com a assinatura da Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção. A Convenção entrou em vigor em 2005.

O objectivo da data é consciencializar sobre a corrupção a nível mundial e enaltecer o papel da ONU no combate à corrupção.

Leia também
  • 06/02/2019 06:14:15

    Defendido estudos científicos sobre vida e obra de rei Mandume

    Oihole- A necessidade da realização de estudos científicos sobre a vida e obra do rei Mandume-ya-Ndemufayo, último soberano do reinado dos Ovakwanyama, no Cunene, foi defendido, terça-feira, pelo vice-governador para os Serviços Técnicos e Infra-estrutura, Feliciano Himulova.

  • 05/02/2019 05:43:18

    Pinda Simão enaltece sacrifício dos nacionalistas

    Uíge - O governador provincial do Uíge, Pinda Simão, enalteceu o empenho dos heróis de 04 de Fevereiro, que deram à sua vida e consentiram sacrifícios para o alcance da independência nacional.

  • 04/02/2019 07:19:34

    Unita apela a participação nas tarefas das eleições autárquicas

    Uíge - O secretário da Unita no Uíge, Félix Simão Lucas, apelou, sábado, na aldeia Culo, 27 quilómetros a nordeste da cidade do Uíge, a população da província a participar, de forma activa, nas tarefas de preparação das eleições autárquicas, a decorrer no país em 2020.

  • 02/02/2019 19:21:13

    Cunene: SME expulsa estrangeiros por irregularidade migratória

    Ondjiva - Quatro cidadãos namibianos e um centro-africano , em situação migratória ilegal na província do Cunene, foram expulsos do país nos últimos sete dias, através do posto fronteiriço de Santa-Clara.