Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

10 Dezembro de 2018 | 19h13 - Actualizado em 10 Dezembro de 2018 | 19h29

MPLA assinala 62 anos de existência

Luanda - O MPLA, partido no poder em Angola, assinala nesta segunda-feira (10) 62 anos de existência. O acto central da efeméride aconteceu sábado localidade do Waco Cungo (Cuanza Sul).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Huíla: Luís Nunes - 1º secretário do MPLA

Foto: Morais Silva

No quadro dessa celebração várias actividades de carácter político foram realizadas pelos comités provinciais do MPLA destacando-se os de Huíla, Benguela, Lunda Norte, Cuando Cubango e Malanje.  

Na Huíla, o primeiro-secretário do MPLA, Luís Nunes, destacou as reformas no país, que tendem a eliminar as assimetrias regionais.

O sucesso dessa medida, segundo Luís Nunes, dependerá do nível de organização e do engajamento dos militantes do partido.

Em Benguela o segundo secretário municipal do MPLA na Ganda, António Augusto César, defendeu a transparência e boa governação, como factores de paz e estabilidade.

Apelou a militantes a uma reflexão sobre a contribuição que cada um deve prestar para o cumprimento das promessas eleitorais, ajudando o actual presidente do partido e da República, João Lourenço.

No leste do país, na província da Lunda Norte, o primeiro-secretário provincial do MPLA, Ernesto Muangala, as encorajou à vigilância contra as acções que tendem a perturbar o processo político económico e social em curso.

Sobre os objectivos da Operação Transparência, em curso no país, afirmou que visa o combate da imigração ilegal e garimpo de diamantes.

No Cuando Cubango, no sudeste do país, o primeiro-secretário provincial do MPLA, Pedro Mutindi, afirmou que o partido vai continuar firme na defesa das aspirações dos angolanos.

A mobilização não passa necessariamente por angariar militantes, mas pela defesa dos ideais do MPLA, afirmou o primeiro-secretário provincial de Malanje do MPLA, Norberto dos Santos.

Considerou essa acção uma empreitada e cujo sucesso requer trabalho permanente junto das estruturas de base e intermédias do partido.

Leia também
  • 05/02/2019 05:43:18

    Pinda Simão enaltece sacrifício dos nacionalistas

    Uíge - O governador provincial do Uíge, Pinda Simão, enalteceu o empenho dos heróis de 04 de Fevereiro, que deram à sua vida e consentiram sacrifícios para o alcance da independência nacional.

  • 05/02/2019 00:46:39

    Município de Camacupa ganha novas infraestruturas sociais

    Camacupa - A população do município de Camacupa, província do Bié, ganhou novas infra-estruturas sociais, inauguradas segunda-feira no quadro das celebrações do Dia do início da Luta Armada.

  • 04/02/2019 16:37:21

    Inauguração de vários empreendimentos marca 53º aniversário do início da Luta Armada

    Camanongue - A inauguração de um Jango para os antigos combatentes e veteranos da pátria e do Centro Infantil Comunitário (CIC), hoje, segunda - feira, na sede municipal de Camanongue, pelo governador provincial do Moxico, Gonçalves Muandumba, marcou as comemorações do 53º aniversário do início da luta armada em Angola.

  • 04/02/2019 14:06:33

    Ministro pede união aos angolanos

    Cabinda - O ministro da Administração do Território e Reforma do Estado, Adão de Almeida, pediu nesta segunda-feira, em Cabinda, que os angolanos tenham união e força para vencer os desafios, seguindo o exemplo, a bravura e determinação dos heróis do 4 de Fevereiro de 1961.