Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

19 Dezembro de 2018 | 13h28 - Actualizado em 19 Dezembro de 2018 | 15h48

Angola e Hungria reforçam relações parlamentares

Luanda - Os parlamentos das repúblicas de Angola e da Hungria pretendem reforçar as relações bilaterais entre estas duas casas das leis a partir do próximo ano, informou esta quarta-feira, em Luanda, o embaixador desta nação europeu, Zsolt Maris.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Presidente da comissão de Relações Exteriores da AN, Josefina Diakite, com embaixador da Hungria em Angola Zsolt Maris

Foto: Rosário dos Santos

O diplomata manifestou a intenção após se reunir com a presidente da comissão de Relações Exteriores, Cooperação Internacional e Comunidades Angolanas no Estrangeiro, Josefina Pitra Diakite, durante a qual abordou-se o estado das relações, em vários domínios, entre os dois pais.

Concluída que está a consolidação da sede da embaixada húngara em Angola, reaberta em 2017, Zsolt Maris informou que passos subsequentes devem ser dados para o relançamento da cooperação parlamentar.

Destacou o facto de os dois países terem assinado acordos nos domínios da cultura e da diplomacia.

Entre os benefícios da cooperação bilateral, referiu-se ao facto de a Hungria estar a oferecer bolsas de estudos a jovens estudantes angolanos em diversas áreas.

Desde 2017, o Governo Húngaro passou a conceder 20 bolsas de estudo gratuitas para estudantes universitários angolano, número que pode crescer a cada ano, dependendo das necessidades das autoridades angolanas.

Assuntos Cooperação   Parlamento  

Leia também
  • 19/12/2018 08:52:31

    Número de utilizadores da rede móvel cresce no país

    Viena (Dos enviados especiais) - O número de utilizadores da rede móvel em Angola passou de 13 mil em 2003 para 13 milhões em 2018 e os subscritores de internet, de 2.700 a cinco milhões, no mesmo período.

  • 18/12/2018 20:04:54

    Suíça vai ajudar Angola recuperar activos ilícitos

    Luanda - A secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros da Confederação Suíça, Pascale Baerswyl, reafirmou nesta terça-feira, em Berna, a disponibilidade do governo do seu país em apoiar Angola na recuperação dos activos ilícitos que, eventualmente, estão naquele país europeu.

  • 18/12/2018 10:00:24

    Digitalização e inovação centralizam encontro África e Europa

    Viena (Dos enviados especiais) - A digitalização e a inovação devem centralizar, esta terça-feira em Viena, Áustria, o diálogo de Alto Nível entre os líderes e decisores políticos de África e da Europa, num encontro em que participa o vice-presidente da República, Bornito de Sousa, em representação do Presidente João Lourenço.