Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

29 Dezembro de 2018 | 18h02 - Actualizado em 29 Dezembro de 2018 | 18h02

Relações políticas bilaterais entre Angola e China cada vez mais estreitas

Moçâmedes - O embaixador da República da China em Angola, Cui Aimin, afirmou sexta-feira, nesta cidade, que nos últimos 35 anos as relações políticas bilaterais tornaram-se estreitas, resultando em abundantes frutos em todas as áreas de cooperação.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Namibe: exposição fotografica marca os 35 anos de cooperação entre Angola e China/Namibe

Foto: Anabela do Céu Fritz

Namibe:Participantes ao acto de abertura da exposição fotografica que marca os 35 anos de cooperação entre Angola e China/Namibe

Foto: Anabela do Céu Fritz

Namibe: Embaixador da China, Cui Aimin no acto de abertura da exposição fotografica que marca os 35 anos de cooperação entre Angola e China/Namibe

Foto: Anabela do Céu Fritz

Falando na abertura da exposição fotográfica para felicitar os 35 anos das relações diplomáticas entre os dois países, o diplomata resaltou a ajuda do seu país em vários sectores da vida económica e social, como o ferroviário, das águas, educação, saúde, estrada, energia e habitação.

“A China ajudou Angola a construir e reconstruir mais de dois mil e 800 quilómetros de linhas ferréas, 20 mil quilómetros de estradas, 100 mil habitações sociais, 100 escolas e 50 hospitais, bem como a formações de mais de 2 mil e 500 angolanos”, disse.

Referiu ainda, no seu discurso, que as empresas chinesas têm implementado, até os dias de hoje, projectos no Kilamba Kiaxi (Luanda), Central Hidroeléctrica Caculo Cabaça, Central do Ciclo Combinado do Soyo, o novo Aeroporto Internacional de Lunada, entre outras acções na áreas da agricultura, indústria de processamento e manufactura.

Neste contexto, destacou o facto de o seu país ser o maior parceiro comercial de Angola, enquanto este é o segundo maior parceiro comercial da China na África.

Esta cooperação, argumenta, tem como base princípios como o de sinceridade, afinidade e boa fé nos trabalhos para com a África, acrescentando que a China está disposta a implementar, em conjunto com a parte angolana, os frutos da Cimeira de Beijiing do FOFAC.

“Vamos fortalecer a sinergia das estratégias do desenvolvimento dos dois países e promover constantemente o conhecimento mútuo das culturas e intercâmbios entre dois povos”, acrescentou.

Para comemorar o 35º aniversário do estabelecimento das relações diplomáticas entre dois países, Cui Aimin salientou que a sua embaixada organizou o primeiro ciclo de cinema chinês, espectáculos culturais e jogo amistosos de basquetebol.

Na ocasião, o governador em exercício do Namibe, José Tcindongo António, reconheceu que desde 2000, por altura da realização da primeira conferencia do fórum de cooperação entre China e África, que Angola vem sendo beneficiado em projectos oficiais de financiamento ao seu desenvolvimento, principalmente no âmbito de infra-estruturas, como a reabilitação malha rodoviária e outros projectos sociais.

A mostra, que integra 110 quadros que retractam a vida do povo chinês, estará patente até ao final deste sábado.

Assuntos Província » Namibe  

Leia também
  • 31/01/2019 18:22:46

    Autoridades encerram 19 confissões religiosas ilegais no Namibe

    Moçamedes - Pelo menos 16 confissões religiosas, 226 estabelecimentos comerciais e um centro de saúde que funcionavam à margem da Lei foram encerrados na província do Namibe, no âmbito da primeira fase da operação resgate, decorrida no período de seis de Novembro a 14 de Dezembro de 2018.

  • 29/01/2019 18:35:27

    Eleições autárquicas exigirão dinamismo e responsabilidade

    Moçâmedes - As eleições autárquicas, previstas pela primeira vez no país em 2020, exigirão grande dinamismo e responsabilidade dos jovens no trabalho de sensibilização da população para a sua participação, de acordo com o secretário-geral da Juventude Unida Revolucionária de Angola (JURA), Custodio Kamwango Lopes.

  • 27/12/2018 19:24:23

    China escolhe Namibe para celebrar cooperação

    Moçâmedes - A Embaixada da China em Angola escolheu a província do Namibe para celebrar os 35 anos de cooperação entre os dois países.