Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

13 Março de 2018 | 20h18 - Actualizado em 13 Março de 2018 | 20h16

Autorizada contratação para obras do sanatório de Luanda

Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, autorizou nesta terça-feira o lançamento do procedimento de contratação simplificada para a assinatura do contrato de empreitada de obras públicas, para reabilitação, ampliação e apetrechamento do Hospital Sanatório de Luanda.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Presidente da República, João Lourenço

Foto: Pedro Parente

Para o efeito, o Presidente da República delegou à ministra da Saúde competências para aprovação das peças do procedimento contratual, verificação da validade e legalidade de todos os actos praticados no âmbito do referido procedimento, para celebração do referido contrato, segundo uma nota de imprensa da Casa Civil do Presidente da República.

Num despacho, o Chefe de Estado orientou o ministro das Finanças para  assegurar os recursos financeiros necessários à implementação do contrato para reabilitação, ampliação e apetrechamento do Hospital Sanatório de Luanda.

O Presidente considera imperiosa a reabilitação, ampliação e apetrechamento do Hospital Sanatório de Luanda, em virtude da urgência em garantir a continuidade dos serviços hospitalares, bem como melhorar a assistência e acompanhamento médico aos doentes.

No dia 15 de Dezembro de 2017, o Chefe de Estado angolano deslocou-se ao Hospital Sanatório de Luanda, construído a 49 anos no bairro Palanca, município do Kilamba Kiaxi, para se inteirar do seu funcionamento e condições existentes.

O hospital possui capacidade para 250 camas, 25 médicos, sendo 18 angolanos e sete cubanos, e 215 enfermeiros.

Para melhor atendimento público, o sanatório necessita de mais 87 médicos.

Leia também
  • 08/11/2018 17:21:25

    Reino Unido confirma financiamento a Angola

    Luanda - A baronesa britânica Lindsay Northover, enviada especial da primeira-ministra, Theresa May, confirmou hoje, quinta-feira, que o governo do seu país tem disponível para Angola financiamento para projectos nos sectores da energia e saúde.

  • 08/11/2018 10:59:47

    Petrolífera ENI reafirma investimento em Angola

    Luanda - A multinacional do sector petrolífero ENI vai continuar a investir em Angola, um mercado onde, nos últimos 12 meses, a empresa registou um aumento da sua produção na ordem dos 50 mil barril/dia.

  • 08/11/2018 10:59:42

    Campus Universitário da UAN retoma obra da Fase 1

    Luanda - Os trabalhos de conclusão da Fase 1 das instalações do Campus Universitário da Universidade Agostinho Neto (UAN), no distrito urbano da Cidade Universitária, à Camama, em Luanda, vão ser retomadas em breve, dependendo unicamente da abertura do respectivo concurso público.

  • 08/11/2018 10:59:35

    PR aprova crédito adicional para Mecanagro e Sopir

    Luanda - Três mil milhões de Kwanzas é o valor do crédito adicional aprovado pelo Presidente da República, João Lourenço, para permitir o pagamento dos salários em atraso e da contribuição devida ao Instituto Nacional de Segurança Social, dos trabalhadores das empresas Mecanagro e Sopir - Sociedade de Desenvolvimento dos Perímetros Irrigados.