Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

12 Março de 2018 | 20h55 - Actualizado em 12 Março de 2018 | 20h55

Obras das instituições de ensino da RMC vão ser retomadas

Huambo - As obras de construção e reabilitação das instituições de ensino da Região Militar Centro (RMC), nos arredores da cidade do Huambo, vão ser retomadas, brevemente, para que as mesmas possam cumprir com a sua vocação.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Salviano de Jesus Saturnino - Ministro da Defesa

Foto: Gaspar dos Santos

A confirmação é do ministro da Defesa, Salviano de Jesus Sequeira, em declarações hoje, segunda-feira, à imprensa, informando os trabalhos, paralisados há quase três anos, constituem o principal desafio do ministério.

Trata-se da futura academia militar e da escola superior do exército, ambas em reabilitação e ampliação, cuja entrada em funcionamento vai responder uma das principais preocupações do Ministério da Defesa, no tocante à formação militar.

Além destas instituições, o ministro anunciou que será reabilitada, também, a Pré-academia Militar, inoperante há quase 28 anos, uma vez que o objectivo do ministério é voltar a concentrar, na Região Militar Centro, os principiais estabelecimentos de ensino.

Desde o passado, lembrou, esta região, que abrange as províncias do Bié, Benguela, Cuanza Sul e Huambo (nesta última localiza-se o quartel-general e as principais unidades e infra-estruturas), concentrou as principais escolas de oficiais e que representavam um papel fundamental no processo de formação de militares.

Por este facto, Salviano Sequeira informou que o comando das Formação Armadas Angolanas (FAA) está a trabalhar, conjuntamente com o Ministério da Defesa, na criação de condições objectivas para efectivar o projecto, de modo a continuar a promover a formação técnica e académica dos militares, visando a melhoria das suas competências para melhor responder aos desafios actuais.

A visita do ministro da Defesa, iniciada hoje, prossegue terça-feira com a visita das obras de reabilitação e ampliação das futuras instituições de ensino e outras instituições tuteladas pelo  ministério, sobretudo das Forças Armadas Angolanas.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também