Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

13 Abril de 2018 | 17h36 - Actualizado em 13 Abril de 2018 | 17h36

JMPLA chamada a contribuir na reconstrução e desenvolvimento do país

Cabinda - Os jovens do MPLA são chamados a assumirem o seu papel de vanguarda e contribuir positivamente para a reconstrução e desenvolvimento do país, visando a melhoria das condições de vida das populações e a garantia do bem-estar social, económico e cultural.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O apelo foi lançado hoje, sexta-feira, pelo segundo secretário provincial de Cabinda do MPLA, Alberto Francisco David, durante o acto de abertura da IV reunião ordinária do comité provincial da JMPLA, que decorre nesta cidade.

Alberto Francisco David disse que, neste âmbito, a JMPLA na província de Cabinda deverá revitalizar o movimento juvenil de brigadas, engajando os seus militantes e jovens em geral nas exaltantes tarefas da reconstrução e desenvolvimento do país, bem como continuar a promover e acompanhar as brigadas especializadas, com o propósito de assegurar o desenvolvimento da juventude nas tarefas do ensino e instrução dos mais necessitados.

O segundo secretário do MPLA em Cabinda incentivou o secretariado provincial da JMPLA no sentido de continuar a dar atenção especial a jovens portadores de deficiência física e mental, criando mais programas concretos para sua adequada e efectiva inserção social, bem como continuar a desenvolver acções que facilitem a formação profissional dos jovens de ambos os sexos, com vista a sua integração no mercado de trabalho em igualdade oportunidades.

Sublinhou também a necessidade de se continuar a promover saraus culturais em todas as circunscrições administrativas, visando a descoberta, promoção e divulgação de novos talentos a desabrocharem no mundo das artes nas suas variadas disciplinas, bem como apoiar o fortalecimento do movimento associativo e a unidade da juventude em torno dos seus objectivos.

A JMPLA é igualmente chamada a contribuir para a solução dos problemas da juventude angolana, apoiar os esforços do governo e da sociedade angolana em geral na efectivação das principais aspirações desta classe constantes no Plano Nacional da Juventude.

A reunião debruçou-se sobre temas relacionados com o relatório das actividades desenvolvidas pelo secretariado provincial, no período de Abril de 2016 a Dezembro de 2017, e o respectivo parecer da comissão de auditoria e disciplina, plano de actividades para o ano de 2018 e o respectivo parecer da comissão de disciplina e auditoria, bem como o relatório das actividades desenvolvidas pela comissão de auditoria e disciplina no mesmo período.

Assuntos Província » Cabinda  

Leia também
  • 04/02/2019 14:06:33

    Ministro pede união aos angolanos

    Cabinda - O ministro da Administração do Território e Reforma do Estado, Adão de Almeida, pediu nesta segunda-feira, em Cabinda, que os angolanos tenham união e força para vencer os desafios, seguindo o exemplo, a bravura e determinação dos heróis do 4 de Fevereiro de 1961.

  • 31/01/2019 18:45:39

    Diplomata ressalta relações com Brazzaville

    Cabinda - O embaixador de Angola acreditado na República do Congo Brazzaville, Vicente Muanda, considerou, na cidade de Cabinda, excelentes as relações entre os dois países e disse haver medidas concretas que têm vindo a reforçar os laços de amizade entre os dois povos.

  • 15/01/2019 19:20:22

    Mais de 80 ilegais expulsos em Cabinda

    Luanda - Oitenta e cinco estrangeiros ilegais foram expulsos da província de Cabinda, por exercício de actividade comercial irregular e falsificação de documentos, sendo 78 da RD Congo e outros dois do Congo (Brazzaville) e da Guiné Conakry.

  • 10/01/2019 13:07:57

    FAA redobram vigilância na fronteira norte

    Cabinda - As Forças Armadas Angolanas (FAA) redobraram a vigilância na fronteira entre a província de Cabinda e a República Democrática do Congo (RDC), tendo em conta o processo eleitoral no país vizinho, cujos resultados provisórios dão vitória ao candidato Felix Tshisekedi.