Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

17 Abril de 2018 | 00h16 - Actualizado em 16 Abril de 2018 | 23h11

Síntese das principais notícias das últimas 24 horas

Luanda - A Agência Angola Press, Angop E.P., incluiu na sua emissão das últimas 24 horas, entre outros, os seguintes assuntos:

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Custos

Luanda - As despesas públicas poderão reduzir em 30 por cento, por ano, em termos de custos, com o lançamento do portal da contratação pública electrónica, cujo processo vai abranger todas unidades orçamentais do país, até Setembro de 2019.

Juventude

Luanda - Questões ligadas à habitação, formação técnico e profissional, emprego, linhas de créditos, entre outras, foram apresentadas nesta segunda-feira, em Luanda, ao Presidente da República, João Lourenço, como principais preocupações da juventude angolana.

Licenças

Saurimo - O Ministério dos Recursos Minerais e Petróleos quer tornar célere a elaboração de contratos e atribuição de licenças de exploração de rochas ornamentais, no âmbito das políticas de atracção de investidores.

Electricidade

Benguela - O Presidente do Conselho de Administração da Rede Nacional de Transporte de Energia (RNT), Rui Jorge Gourgel, garantiu que o país contará com uma rede interligada de energia entre norte, centro e Sul, que vai trazer muitos benefícios para as referidas regiões.

Agricultura

Luanda - O Ministério da Agricultura e Florestas está a trabalhar para contribuir na redução das exportações aumentando a produção nacional e melhorando o agro negocio, disse hoje, segunda-feira, em Luanda, o secretário de Estado para Agricultura e Pecuária, Carlos Alberto Jaime.

Mar

A economia azul ou marítima pode afirmar-se, futuramente, como alternativa segura para a diversificação da produção de bens alimentares de consumo directo para o país, vaticinou hoje o ministro da Economia e Planeamento, Pedro Luís da Fonseca.

Assuntos Angola  

Leia também