Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

06 Maio de 2018 | 17h50 - Actualizado em 07 Maio de 2018 | 14h35

Igreja Católica e Governo angolano apreciam cooperação

Luanda - O acordo entre a Igreja Católica e o Governo angolano está a ser apreciado entre as partes envolvidas e destina-se ao reconhecimento e reforço da cooperação bilateral, anunciou neste domingo, em Luanda, o núncio apostólico de Angola e São Tomé, Dom Peter Rajic.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Dom Petar Rajic - Núncio Apostólico de Angola e São Tomé (ao centro)

Foto: Lucas Neto/Foto de Arquivo

O acordo entre a República de Angola e a Santa Sé, que deverá ser assinado brevemente, abrange o reconhecimento, por exemplo, da personalidade jurídica da Igreja Católica no país, assim como dos vários edifícios, incluindo escolas e clínicas, nas distintas arquidioceses ou dioceses, explicou o religioso em entrevista à Angop, no final de uma celebração eucarística (missa).

A liberdade religiosa e de expressão, assim como de realização de movimentos e acções, desde que não contrariem o plasmado na Constituição da República de Angola, também merecerá atenção neste âmbito.

No dia 7 Março último, o Chefe de Estado angolano, João Lourenço, criou uma comissão interministerial para tratar das negociações relativas ao Acordo-Quadro, a ser celebrado com a Santa Sé (Igreja Católica), dentro de seis meses. As referidas negociações estavam pendentes desde 2015.

João Lourenço, em Despacho Presidencial, indicou o ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República, Frederico Cardoso, para coordenar a comissão que integra os ministros das Relações Exteriores, da Justiça e dos Direitos Humanos, da Cultura, assim como os secretários do Presidente para os Assuntos Diplomáticos e de Cooperação Internacional, para os Assuntos Judiciais e Jurídicos e para os Assuntos Sociais.

A comissão tem o prazo de 180 dias de trabalho para finalizar as negociações entre a Santa Sé e o Governo angolano.

Em declarações à Angop, na Paróquia Beata Anuarite Nengapeta, o núncio apostólico precisou que os trabalhos que culminarão com a assinatura do acordo estão avançados.

Considerou de excelentes as relações entre Angola e a Santa Sé, devido, entre outras, as boas correspondências e colaboração.

Durante uma audiência com o ministro angolano das Relações Exteriores, Manuel Augusto, no dia 9 de Janeiro de 2018, o núncio abordou as condições para a assinatura do Acordo-Quadro de Cooperação entre Angola e a Igreja Católica.

Na ocasião, o religioso informou que existe uma boa base em texto para o acordo, faltando o acerto de pormenores para a sua posterior assinatura, devendo priorizar o reconhecimento da Igreja Católica como um parceiro do Estado e dar garantias que permitam trabalhar livremente no país nos domínios espiritual, da educação, ensino e saúde ou outros, mas, sem se imiscuir nas questões de Estado.

Para o núncio apostólico, com o Acordo-quadro, que antes era designado por Concordata, Angola entraria no rol de países do mundo com relações privilegiadas com a Santa Sé, no esforço conjunto pelo povo e na busca do bem comum.

A Paróquia Beata Anuarite Nengapeta pertence a diocese de Luanda e tem seis comunidades ou centros.

Leia também
  • 05/02/2019 22:46:17

    Angola e Suécia querem ampliar oportunidades de negócios

    Estocolmo - Empresários, diplomatas e representantes de sectores oficiais de fomento comercial de Angola e da Suécia participam, quinta-feira, em um seminário de negócios denominado “Tempo para aumentar as actividades de negócios em Angola”, que terá lugar na capital sueca (Estocolmo), com objectivo de ampliar a oportunidades de negócios.

  • 05/02/2019 19:56:08

    PR italiano já em Luanda para visita de três dias

    Luanda - O Presidente da República Italiana, Sergio Mattarella, encontra-se desde as primeiras horas da noite de hoje (dia 05) em Luanda, a convite do homólogo angolano, João Lourenço, para, entre outros assuntos, analisar e aprofundar as relações bilaterais com Angola.

  • 05/02/2019 17:02:49

    RDC considera legítima protecção da riqueza de Angola

    Luanda - O Presidente da República Democrática do Congo (RDC), Félix Tshisekedi, reconheceu, nesta terça-feira, em Luanda, legitimidade de Angola na protecção da sua riqueza, face à exploração de estrangeiros ilegais.

  • 05/02/2019 15:54:26

    PR prioriza cooperação com RDC

    Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, apontou hoje, terça-feira, como prioridades a cooperação nos domínios da segurança e economia com a República Democrática do Congo (RDC).