Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

15 Maio de 2018 | 18h58 - Actualizado em 15 Maio de 2018 | 18h58

Ministro dos Negócios Estrangeiros da República Saharaui trabalha em Luanda

Luanda - O ministro dos Negócios Estrangeiros da República Árabe Saharaui Democrática (RASD), Mohamed Salem Ould Salek, chegou na noite desta terça-feira a Luanda, para uma visita de trabalho de 24 horas.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

À sua chegada a Luanda, o chefe da diplomacia da RASD foi recebido, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, pelo secretário de Estado das Relações Exteriores, Téte António.

Mohamed Salem Ould Salek deverá ser recebido, em audiência, pelo Chefe de Estado angolano, João Lourenço.

A República Árabe Saharaui Democrática reivindica soberania sobre o território do Sahara Ocidental, ex-colónia espanhola que Marrocos reclama como parte do seu reino.

O Sahara Ocidental é um território na África Setentrional, limitado a Norte por Marrocos, a Leste pela Argélia, a Leste e Sul pela Mauritânia e a Oeste pelo Oceano Atlântico, por onde faz fronteira marítima com a região autónoma espanhola das Canárias.

Quando, em 1975, a Espanha abandonou a sua antiga colónia, a Mauritânia ocupou um terço do território e Marrocos ficou com o restante, invocando direitos históricos.

O controlo do território é disputado pelo Reino de Marrocos e pelo movimento independentista Frente Polisário, que em 27 de Fevereiro de 1976  proclamou a República Árabe Saharáui Democrática (RASD).

A RASD é reconhecida internacionalmente por mais de 50 estados, sendo membro da União Africana (UA) desde 1984.

Assuntos Política  

Leia também
  • 15/05/2018 16:54:48

    Gradualismo pode aumentar assimetrias regionais - CASA-CE

    Luanda - A adopção do modelo do gradualismo territorial nas autarquias previstas para 2020 será um acto inconstitucional e agravará as desigualdades e assimetrias regionais já existentes, afirmou nesta terça-feira, em Luanda, o presidente da CASA-CE, Abel Chivukuvuku.

  • 15/05/2018 15:40:14

    Angola condena violência contra palestinianos

    Luanda - O Governo de Angola condenou com veemência nesta terça-feira a violência das forças israelitas contra a população palestiniana e apelou às partes a contenção e a retoma das negociações.

  • 14/05/2018 13:18:18

    Angola aposta na reforma do Estado e no reforço da cidadania

    Luanda - As atenções do Executivo angolano estão viradas para a reforma e modernização do Estado, visando o reforço da cidadania, afirmou hoje, segunda-feira, o ministro da Defesa Nacional.