Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

16 Maio de 2018 | 06h43 - Actualizado em 16 Maio de 2018 | 06h43

Moxico: Mais de 200 militantes da JMPLA acampados no Pinto Lumege

Luena - Duzentos e cinquenta militantes da JMPLA participam no II acampamento produtivo municipal da Organização, que decorre desde hoje, terça - feira, na localidade de Pinto Lumege, dez quilómetros a norte da cidade do Luena.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Moxico: Mais de 200 militantes da JMPLA acampados no Pinto Lumege

Foto: David Dias

Moxico: Segundo Secretario Provincial da JMPLA ,Bernardo Muhungo Chissola

Foto: Kynda Kyungu

Promovido no âmbito da jornada “Abril Jovens”, o evento tem como objectivo de reflectir sobre o contexto actual do país em geral e abordar desafios que visam o desenvolvimento da província do Moxico, em particular.

Durante sete dias, o encontro que decorre sob o lema “A Juventude e os novos desafios”, vai abordar temas sobre “A importância das autarquias locais”, “O papel da juventude na preservação da paz”, entre os outros assuntos de interesse da juventude.

Em declarações à Angop, o segundo secretário provincial da JMPLA, no Moxico, Bernardo Tchissola, disse que o acampamento deve servir de promoção do voluntariado e de cidadania, de forma a envolver os jovens em tarefas socialmente úteis, mediante o seu engajamento em programas que visam o desenvolvimento da região.

Aconselhou os participantes provenientes das comunas de Cangumbe, Lucusse, cidade do Luena e seus bairros periféricos, no sentido de optarem pelo carácter patriótico e social, bem como transformar o encontro numa oportunidade para troca de experiencia.

Satisfeito com a iniciativa da JPMLA, o campista, Henriqueta Mucaso, oriunda da comuna do Lucusse, disse que os subsídios a ganhar irão contribuir na mudança de comportamento e atitude a serem aplicados nas futuras acções a executar na área onde vive.

Augura que haja um relacionamento coeso e harmonioso entre os participantes para o êxito da projecção desta actividade que como disse, para além de ter um carácter político, representará um significado valioso no progresso das comunidades, a julgar pelos temas agendados.

 Já, Paulo Contreiras, outro campista vindo da comuna de Cangumbe desejou que os participantes tenham habilidades para absorver a matéria que será debatida, para possibilitar prática - lás na vida real, em prol do desenvolvimento das áreas de procedência.

Leia também