Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

16 Maio de 2018 | 09h10 - Actualizado em 16 Maio de 2018 | 09h10

Salas de competências asseguram aproximação da justiça às populações

Sumbe - A implementação de salas de competências vai contribuir na aproximação do exercício da justiça às populações, considerou na terça-feira, na cidade do Sumbe, o presidente do Tribunal Provincial do Cuanza Sul, Pedro de Nazaré Pascoal.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Em declarações à Angop, o magistrado aferiu que a sua implementação está pasmada na Constituição da República e tem como grande vantagem à aproximação dos tribunais às populações, maior celeridade processual e o tratamento de todo tipo de processos judiciais.

Nesta senda, os tribunais municipais do Libolo, Porto Amboim, Amboim e Cela, que julgavam processos com uma pena de até dois anos, são extintos, na sequência de deliberação do Conselho Superior da Magistratura Judicial (CSMJ), datada de 25 de Abril último.

O juiz informou que para uma sala genérica funcionar, um juiz de direito necessita de pelo menos 10  funcionários, pelo que os profissionais dos municípios da Cela, Porto Amboim, Amboim e Libolo estão, desde terça-feira, a ser capacitados para o efeito.

Relativamente ao eventual aumento de processos tão logo sejam implementadas as salas de competências, o juiz avançou que haverá reforço, mediante deslocação de juízes.

Apontou como desafios para a implementação das salas de competências, problemas ligados às infraestruturas e à colocação de novos juízes de direitos.

O tribunal provincial conta com cinco juízes de direito e três municipais. Precisa de mais seis juízes de direito.

Durante o primeiro trimestre deste ano, o tribunal recepcionou 229 processos crimes, 45 processos cível, 65 da família, 13 de julgados de menores e  três de trabalhos.

Por outro lado, o juiz informou que o caso de segurança social, dos 120 trabalhadores da administração municipal do Sumbe, vai a julgamento.

As partes não chegaram a consenso sobre o pagamento da segurança social dos referidos trabalhadores.

Os serviços provinciais da Segurança Social no Cuanza Sul concedeu, em Novembro  de  2017, cerca de 60 dias para a regularização do pagamento dos impostos, mediante a inscrição dos lesados e pagamento da respectiva divida, para os trabalhadores usufruírem da reforma.

Em causa está igualmente o pagamento de ordenados de três anos. A situação arrasta-se desde 2014.

Leia também
  • 13/05/2018 13:08:12

    MPLA quer aprofundar conhecimento sobre as Autarquias

    Sumbe - Os participantes da IV sessão ordinária do comité provincial do MPLA no Cuanza Sul manifestaram neste sábado, no Sumbe, a necessidade de aprofundar, o conhecimento sobre a organização das autarquias, assim como a visão estratégica do partido em torno do processo de descentralização administrativa em curso.

  • 12/05/2018 14:25:21

    Portugal manifesta vontade política e judicial na relação com Angola

    Luanda - O analista político angolano Osvaldo Mboco considera a transferência do processo judicial do antigo Vice-presidente da República, Manuel Vicente, como uma demonstração da vontade política e judicial de Portugal na relação de cooperação e amizade com Angola.

  • 12/05/2018 10:00:30

    Transferência do processo de Manuel Vicente constitui vitória da diplomacia angolana

    Luanda - A transferência do processo do antigo Vice-presidente da República, Manuel Vicente, constitui uma vitória da diplomacia angolana, na defesa dos supremos interesses dos angolanos e da soberania nacional, considerou neste sábado (12), em Luanda, o analista político angolano Francisco Sachitota.