Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

10 Agosto de 2018 | 13h12 - Actualizado em 10 Agosto de 2018 | 13h12

SADC optimista quanto ao diálogo nacional no Lesotho

Maseru - As partes em conflito no Reino do Lesotho reduziram significativamente as suas diferenças e trabalham para a realização de um fórum nacional dos líderes, em breve, visando o consenso.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A informação foi prestada pelo chefe da equipa de facilitadores da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) para o Lesotho, Dikgang Moseneke, no final de um encontro com o primeiro-ministro deste reino, Thomas Thabane.

Segundo Dikgang Moseneke, o Governo e a oposição, assim como os representantes da sociedade civil, igrejas e outros actores, reduziram significativamente as suas diferenças e, por isso, deve acontecer, nas próximas duas a três semanas, o fórum nacional dos líderes.

Este desenvolvimento abre perspectivas para o diálogo nacional inclusivo, recomendado pela SADC.

Desde quarta-feira em Maseru, para mais uma ronda de consultas com os actores do conflito, Dikgang Moseneke afirmou que existe uma energia muito boa e positiva entre as partes, manifestando-se confiante no diálogo nacional.

Dikganhg Moseneke, ex-vice presidente do Tribunal Supremo da África do Sul, foi nomeado no dia 15 de Junho último pelo presidente em exercício da SADC e facilitador do processo de reformas globais no Reino do Lesotho, Cyril Ramaposa, por recomendação do bloco regional.

Iniciou as suas funções no dia 27 de Julho último.

O Reino do Lesotho vive uma prolongada crise política, caracterizada por golpes e tentativas de golpes de estado, quedas de governos  e eleições antecipadas, tendo realizado três pleitos eleitorais de 2012 a 2017.

A crise agravou-se com o assassinato de dois chefes das Forças Armadas do Lesotho, em 2015 e 2017.

Assuntos Cooperação   SADC  

Leia também
  • 06/02/2019 03:02:01

    Presidente italiano inicia programa de visita a Angola

    Luanda - O Presidente da Itália, Sergio Mattarella, inicia hoje, quarta-feira, o programa de visita a Angola com um encontro à porta fechada como o seu homólogo angolano, João Lourenço.

  • 05/02/2019 22:46:17

    Angola e Suécia querem ampliar oportunidades de negócios

    Estocolmo - Empresários, diplomatas e representantes de sectores oficiais de fomento comercial de Angola e da Suécia participam, quinta-feira, em um seminário de negócios denominado “Tempo para aumentar as actividades de negócios em Angola”, que terá lugar na capital sueca (Estocolmo), com objectivo de ampliar a oportunidades de negócios.

  • 05/02/2019 19:56:08

    PR italiano já em Luanda para visita de três dias

    Luanda - O Presidente da República Italiana, Sergio Mattarella, encontra-se desde as primeiras horas da noite de hoje (dia 05) em Luanda, a convite do homólogo angolano, João Lourenço, para, entre outros assuntos, analisar e aprofundar as relações bilaterais com Angola.

  • 05/02/2019 17:02:49

    RDC considera legítima protecção da riqueza de Angola

    Luanda - O Presidente da República Democrática do Congo (RDC), Félix Tshisekedi, reconheceu, nesta terça-feira, em Luanda, legitimidade de Angola na protecção da sua riqueza, face à exploração de estrangeiros ilegais.