Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

19 Agosto de 2018 | 14h49 - Actualizado em 20 Agosto de 2018 | 11h36

País possui cultura muito centralizada, diz responsável do MAT

Luanda - Angola tem uma cultura muito centralizada, em termos do funcionamento da administração pública, o que torna os processos muito burocráticos, disse neste domingo, em Luanda, o secretário de Estado para a Reforma do Estado, Márcio Daniel.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Márcio Daniel, Secretário de Estado P/Reforma do Estado.

Foto: Clemente Santos

O governante teceu tais considerações quando esclarecia aos fiéis da igreja Ministério de Fé e Libertação (MFL), sobre o processo das autarquias e a sua importância para a descentralização administrativa.

Para o responsável, é preciso que os recursos humanos e quadros que se encontram nos ministérios, desçam para as administrações municipais.

De acordo com Márcio Daniel, para essa movimentação de quadros o desafio é grande, pois devem ser criadas condições básicas para que estes possam estar em qualquer localidade.

“Para conferir autonomia iremos reforçar a descentralização colocando as administrações municipais a funcionarem com mais competência” disse.

A realização das eleições autárquicas em Angola, está prevista para 2020, à luz das recomendações do Conselho da República, saídas da sua sessão de Março último.


 

Assuntos Governação  

Leia também