Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

15 Agosto de 2018 | 19h25 - Actualizado em 15 Agosto de 2018 | 19h24

Relatório descarta candidatura de autoridades tradicionais nas autarquias

Luanda - As autoridades tradicionais devem se abster de candidaturas nas autarquias, cuja implementação inicia em 2020, recomenda um relatório apresentado nesta quarta-feira, em Luanda, pela Acção de Desenvolvimento Rural e Ambiente (ADRA).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A ADRA realizou um trabalho de auscultação em 12 municípios das províncias de Benguela, Cunene, Huambo, Huíla, Luanda e Malange, abrangendo mil e 291 pessoas, sendo 837 homens e 454 mulheres, entre agricultores, pescadores, comerciantes, membros de associações, funcionários das administrações comunais, líderes religiosos e representantes de instituições do poder tradicional.

A auscultação incidiu nas autarquias e tem a finalidade de contribuir no processo autárquico, recomendado pelo Conselho da República, na sua sessão de Março último, orientada pelo Chefe de Estado, João Lourenço, para iniciar a partir de 2020.

Com base no relatório de auscultação e educação sobre as autarquias, os cidadãos descartam a possibilidade das autoridades tradicionais concorrerem às presidenciais das câmaras municipais.

Recomendam a implementação gradual das autarquias, com um limite de até dez anos, e a limitação da interferência do governo provincial na gestão autárquica.

No final da cerimónia de apresentação, o director-geral da ADRA, Belarmino Jelembi, apresentou como preocupações concretas das populações, relativamente as autarquias, a questão da transferência de competências e atribuições, das finanças locais, da tributação e da participação da mulher.

O relatório será remetido aos departamentos ministeriais e a Assembleia Nacional.

Assuntos Governação  

Leia também
  • 08/08/2018 18:33:54

    PRS defende prioridade aos municípios com baixo índice económico

    Lubango - A implementação das autarquias pelo gradualismo geográfico deve priorizar os municípios com baixo desenvolvimento, para atingirem o patamar das localidades com maior crescimento, recomendou a secretaria provincial da União da Mulher de Renovação Social (UMRS) da Huíla, Donana de Sousa.

  • 18/07/2018 19:48:55

    Autoridade tradicional recomenda maior divulgação do processo autárquico

    Sumbe - A necessidade das autoridades tradicionais envolverem-se no processo autárquico, mediante a sensibilização dos cidadãos nas comunidades, foi defendida nesta quarta-feira, na província do Cuanza Sul.

  • 12/07/2018 11:36:34

    Amangola cria prémio sobre governação local

    Lisboa - Um prémio de governação local será institucionalizado pela União das Associações Locais de Angola (Amangola), no intuito de reconhecer a qualidade e eficiência da governação, combater acções de corrupção e o nepotismo.