Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

20 Agosto de 2018 | 16h05 - Actualizado em 20 Agosto de 2018 | 16h05

Registo gratuito beneficia mais de 20 mil cidadãos

Cuito - Vinte mil e 954 cidadãos beneficiaram do registo gratuito, de Janeiro a Junho do corrente ano, na província do Bié, no âmbito do processo decretado pelo Governo Central.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Bié: Mateus Balanga - Delegado provincial da justiça e dos direito humanos

Foto: AURÉLIO SEGUNDA MOURINHO

A informação foi prestada nesta segunda-feira, na cidade do Cuito, pelo delegado provincial da Justiça e dos Direito Humanos no Bié, Mateus Balanga, salientando que do total, 13 mil e 455 são crianças dos zero aos 13 anos de idade e sete mil 499 são maiores de 14 anos idade.

Comparativamente ao período anterior, a instituição registou menos 570 pessoas.

Os cidadãos foram registados através do Decreto Presidencial nº 80/13, de 5 de Setembro, sobre a emissão, sem emolumentos, do registo de nascimento e bilhete de identidade, e no quadro do projecto “Nascer com o Registo”.

A delegação da justiça colocou postos de registo nas administrações municipais, comunais, maternidades e centros maternos infantis. 

Assuntos Justiça   Província » Bié  

Leia também
  • 17/08/2018 19:20:53

    Província da Huíla terá tribunal de relação

    Lubango - O presidente do Tribunal Supremo, Rui Ferreira, anunciou nesta sexta-feira, na cidade do Lubango, que a província da Huíla terá um tribunal de relação para atender as preocupações da região Sul do país, nas vestes de representante da corte suprema.

  • 17/08/2018 11:47:03

    Tribunal absolve 13 cidadãos em Cabinda

    Cabinda - O Tribunal Provincial de Cabinda absolveu na quinta-feira, por falta de provas, 13 cidadãos que tinham sido acusados de instigar a desordem pública na cidade de Cabinda.

  • 14/08/2018 17:18:25

    Autor da morte de Rufino condenado a 18 anos de prisão

    Luanda - O 1º sargento das Forças Armadas Angolanas (FAA), José Alves Tadi, foi condenado a 18 anos de prisão maior, hoje (terça-feira), pelo Tribunal Provincial de Luanda, após provar-se culpado pela morte do adolescente Rufino António, ocorrida a seis de Agosto de 2016, no município de Viana, em Luanda.