Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

30 Agosto de 2018 | 17h43 - Actualizado em 30 Agosto de 2018 | 17h42

IDN forma deputados e jornalistas

Luanda - O comandante da Marinha de Guerra Angolana (MGA), Francisco José, recomendou nesta quinta-feira, em Luanda, o Instituto de Defesa Nacional (IDN) para formar membros do governo, parlamentares, diplomatas, adidos de defesa e jornalistas, em matéria de segurança nacional.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Para o comandante, que discursou na cerimónia do 20º aniversário do IDN, em representação do ministro da Defesa Nacional, Salviano de Jesus Sequeira, a formação destas entidades permitirá a assumpção, da parte de cada uma, do real papel em matérias sobre a defesa nacional.

Nesta vertente, disse que o IDN, instituição vocacionada para estudo, investigação e ensino das questões de defesa nacional, vai promover a aproximação da componente não militar ao processo de formação de defesa nacional, incluindo as instituições do ensino superior.

Francisco José sustentou que o momento actual é de muita responsabilidade para todos os angolanos, uma vez que a conjuntura internacional tem exigido mais do Estado, no âmbito da defesa e segurança.

A título de exemplo das exigências actuais, neste domínio, falou da passagem de Angola como membro do Conselho de Segurança das Nações Unidas e da presidência do Órgão de Política, Defesa e Segurança dos Países da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), mandato que terminou no dia 17 do corrente mês.

Explicou que as exigências de Angola são ainda maiores no âmbito da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), em que o país dirige o Centro de Análise Estratégica (CAE/CPLP), onde a responsabilidade recai ao Instituto de Defesa Nacional, representado pelo núcleo nacional deste órgão, com grupos de reflexão nos ramos das Forças Armadas Angolanas (FAA).

Por sua vez, o director do IDN, José de Lima, reafirmou que a instituição que dirige deverá dedicar maior atenção na formação dos seus quadros no país e no exterior, no âmbito da cooperação existente, de forma a muni-los da perícia pedagógica e investigação que se exige.

Criado há 20 anos, o Instituto de Defesa Nacional é titulado pelo Ministério da Defesa Nacional. Nos últimos anos, formou mil e 379 pessoas nas províncias de Luanda, Bengo, Lunda Norte, Huambo, Lunda Sul, Cabinda, Moxico, Cunene e Cuando Cabango.

Leia também
  • 30/08/2018 16:46:07

    Angola poderá retomar formação de polícias da RCA

    Luanda - Angola deverá retomar o programa de formação de efectivos da polícia da República Centro Africana (RCA), um projecto iniciado em 2014 aquando da transição política naquele país e que posteriormente ficou a meio.

  • 30/08/2018 15:08:27

    JMPLA realiza seminário para líderes juvenis

    Luanda - O secretariado nacional da JMPLA realizou hoje, quinta-feira, um seminário sob o lema ?Formação Política e ideológica dos líderes da JMPLA? com objectivo de elevar a consciência patriótica dos seus militantes.

  • 30/08/2018 00:01:30

    Rei dos Bundas defende selecção dos municípios para autarquias

    Luena - O Rei dos Bundas, Mwene Mbandu III defendeu , quarta - feira, no Luena, a selecção dos municípios para a implementação das eleições autárquicas previstas para 2020, por apresentarem realidades diferentes e constituírem uma nova experiência administrativa para o país.