Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

02 Setembro de 2018 | 01h46 - Actualizado em 02 Setembro de 2018 | 01h46

Líder da JMPLA destaca legado de José Eduardo dos Santos

Saurimo - O primeiro Secretário Nacional da JMPLA, Sérgio Luther Rescova, apontou neste sábado, em Saurimo (Lunda Sul), que a presidência de José Eduardo dos Santos deixa um legado positivo, na pacificação, reconstrução nacional e a preservação da dignidade humana.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luther Rescova - 1º Secretário Nacional da JMPLA

Foto: ANGOP

O político que dissertava numa conferência sobre "O legado político do presidente do MPLA, José Eduardo dos Santos", disse que a paz que o país vive deve-se a sua figura, porque foi um líder com sentido de Estado e, com humildade, soube garantir a soberania de Angola, estender a mão aos seus adversários, interno e externo, além de efectuar uma transição necessária”.

Luther Rescova frisou que a homenagem é merecida por ser a primeira vez no país que um presidente da República, por vontade própria, deu espaço a uma nova geração.

Destacou ainda a vontade de José Eduardo dos Santos em promover a reconciliação interna e externa, as reformas políticas, em 1988, apesar das críticas de teólogos, filósofos e estudiosos, face à complicada etapa política mundial, na altura.

"José Eduardo dos Santos cumpriu e continua a cumprir de modo bastante notável e marcante o seu papel de liderança, que está forjado na força de um passado que teve um objectivo principal de que foi partícipe na conquista da independência, bem como reuniu esforços de todos angolanos de Cabinda ao Cunene, nas mais variadas formas de luta e organização", afirmou.

Fez saber que o presidente do MPLA que lançou as bases e liderou aquele que se chamou de programa de reconstrução nacional do país, embora ainda exista muitos problemas por se resolver.

José Eduardo dos Santos está ligado de modo indelével a história da maior organização juvenil do MPLA, onde depois da sua fundação exerceu o cargo de vice-presidente da Jmpla.

Afirmou ainda que a maior parte das lideranças que o partido conhece passaram na escola da Jmpla, daí aumentar a responsabilidade de tudo fazer para continuar a tornar a organização na principal referência de Angola.

Quanto ao VI Congresso Extraordinário do MPLA, que acontece em Luanda a 08 de Setembro próximo, Sérgio Luther Rescova afirmou que será o culminar de um processo de transição política que começou com a eleição de João Lourenço, ao cargo de Presidente da República.

O dirigente incentivou os militantes do MPLA a apoiarem, incondicionalmente, o Presidente da República, João Lourenço, nos desafios que se avizinham, com o objectivo de garantir o desenvolvimento e a prosperidade do país.

Sérgio Luther Rescova adiantou que José Eduardo dos Santos está ligado, de modo indelével à história de Angola e ao panorama político mundial, tendo enaltecido a importância da realização das eleições autárquicas que o país acolhe em 2020.

Participaram da conferência o governador provincial, Ernesto Kiteculo, primeiro secretário do MPLA na província, Eduardo Nelumba, administrador de Saurimo, Daniel Félix, membros do partido, do governo local, militantes da Jmpla dos quatro municípios que compõem a região nomeadamente (Cacolo, Dala, Muconda e Saurimo) e sociedade civil.

Leia também