Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

07 Setembro de 2018 | 20h27 - Actualizado em 08 Setembro de 2018 | 10h59

Novo Presidente do MPLA será proclamado este sábado

Luanda - O novo Presidente do MPLA, João Lourenço, será apresentado publicamente ao país e ao mundo, este sábado, em Luanda, quando forem 14H10 horas locais.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

João Lourenço assume liderança do mpla

Foto: SACII

Também Presidente da República de Angola, João Lourenço substitui no cargo partidário a José Eduardo dos Santos, que comandou a organização política desde Setembro de 1979, depois da morte de Agostinho Neto.

O processo de eleição de João Lourenço, que é candidato único à sucessão, está previsto para ter início às 11H00 locais.

O programa do VI Congresso do MPLA, que se realiza num único dia, reserva para outro momento alto o discurso de abertura do Presidente cessante do partido, José Eduardo dos Santos, que passa o testemunho a João Lourenço.

José Eduardo dos Santos deverá centrar o seu pronunciamento na conquista e preservação da paz em Angola, bem como na reconstrução nacional, depois de décadas de destruição e paralisação da máquina económica.

O momento mais alto do congresso está programado para as 14h10, altura em que João Lourenço, já na condição de Presidente eleito do MPLA, será apresentado à população.

O  Presidente eleito do MPLA encerrará o conclave, com um discurso que deverá ter como foco o anúncio das  linhas mestras do seu programa de acção, a nível do partido e do Estado.

O VI Congresso Extraordinário surgiu em consequência de uma decisão de José Eduardo dos Santos, anunciada pela primeira vez em Março de 2016.

Nessa altura, disse que não seria o candidato do MPLA a Presidente da República nas eleições gerais de 2017 e que deixaria a vida política activa este ano.

Assuntos Angola   MPLA   Política  

Leia também