Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

12 Setembro de 2018 | 18h30 - Actualizado em 12 Setembro de 2018 | 18h29

Angola engajada na promoção da paz e segurança em África

Lubango - A promoção da paz e da segurança em África constituem prioridades para Angola, que desenvolve esforços políticos e diplomáticos na criação de pressupostos sólidos de um desenvolvimento sustentável, afirmou nesta quarta-feira, na cidade do Lubango (Huíla), o ministro da Defesa Nacional, Salviano de Jesus Sequeira.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Salviano de Jesus Sequeira, Ministro da Defesa Nacional

Foto: Alberto Julião

Na sessão ministerial da 20ª reunião da Comissão Mista de Defesa e Segurança de Angola e Namíbia, o governante destacou que Angola acompanha, de forma minuciosa e realista, os fenómenos políticos na Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC), particularmente no Lesotho, na República Democrática do Congo e no Zimbabwe, cooperando com os esforços da comunidade internacional.

Defendeu a necessidade de salvaguardar a independência e segurança dos estados, incluindo o angolano e namibiano, tendo em conta os riscos e ameaças de terrorismo e pirataria marítima que preocupam a comunidade internacional.

Para o combate dos males que afligem as populações, como o contrabando, imigração ilegal, tráficos humanos e de drogas, caça furtiva, roubos de gado e viaturas, entre outros, o ministro disse ser necessário manter o trabalho conjunto, baseado no incremento e dinamização de trocas de informações, assim como no patrulhamento unido.

Por sua vez, o ministro da Defesa da Namíbia, Penda Ya Ndacolo, salientou que o seu país aprecia a cooperação existente entre as forças de defesa e segurança dos dois povos e vai continuar a participar nas acções militares e humanitárias conjuntas, assim como em outros exercícios bilaterais.

Reconheceu que ambos países têm oportunidades de defesa e segurança similares, bem como desafios, pois partilham as mesmas fronteiras, a partir do Zambeze até ao Cunene (região da Namíbia) e do Cuando Cubango até ao Namibe (parte angolana).

A reunião da Comissão Mista de Defesa e Segurança entre Angola e Namíbia aborda, entre outras, a situação do tráfico de droga e de seres humanos e o roubo de gado e de viaturas.

Leia também
  • 12/09/2018 19:06:39

    PGR defende enquadramento de especialidades científicas

    Lubango - O procurador-geral da República, Hélder Pitta Grós, defendeu a necessidade de incorporar algumas especialidades científicas nos quadros da PGR, de modo a responderem os actuais desafios que se impõem, com focos para os crimes informáticos.

  • 12/09/2018 18:50:30

    Luís Nunes - o empresário que se tornou governador da Huíla

    Lubango - Aos 58 anos de idade, Luís Manuel da Fonseca Nunes, natural de Caconda, é o 12º governador da província da Huíla, onde forjou-se como um empresário e gere um grupo com 12 empresas ligadas aos sectores agro-industrial, da madeira, metalurgia, construção e engenharia civil.

  • 12/09/2018 12:20:13

    Comandante das FAA considera estável situação na fronteira Angola/Namíbia

    Lubango - A situação na fronteira entre Angola e Namíbia, no domínio da defesa, é calma e estável, segundo o chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas Angolanas (CEMG/FAA), Egídio de Sousa Santos "Disciplina".