Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

11 Setembro de 2018 | 16h22 - Actualizado em 11 Setembro de 2018 | 16h22

Governo belga reforça investimentos com Angola

Luanda - O Reino da Bélgica vai reforçar a cooperação com as autoridades angolanas nos sectores dos diamantes, defesa e dos transportes, anunciou o vice-primeiro ministro e ministro dos Negócios Estrangeiros belga, Didier Reynders.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Vice-primeiro ministro e ministro dos Negócios Estrangeiros do Reino da Bélgica, Didier Reynders

Foto: Foto cedida

Presidente da República, João Lourenço, recebe em audiência Vice-primeiro ministro do Reino da Bélgica

Foto: Foto cedida

Em Angola desde segunda-feira, o chefe da diplomacia belga foi recebido em audiência, nesta terça-feira, pelo Chefe de Estado angolano, João Lourenço, com quem abordou questões de interesse bilateral. 

À imprensa, Didier Reynders informou que o seu país vai alargar os investimentos no território angolano e, neste sentido, acontecerá, em 2019, o relançamento da comissão mista Angola – Bélgica.

No quadro das reformas levadas a cabo pelo Executivo angolano, disse que a Belgica pretende ajudar as autoridades angolanas na comercialização, controle, gestão e produção de diamantes.

A Bélgica, de acordo com Didier Reynders, na zona de Antuérpia desenvolveu uma técnica nova para o controlo dos diamantes puro e sintético e, por esse facto, pretende fazer um acompanhamento de boa gestão e transparência no comércio de diamantes.

Outro assunto que dominou a audiência, no Palácio Presidencial, foi a actual situação do Burundi e da República Democrática do Congo, numa altura em que a Bélgica se prepara para, a partir de Janeiro de 2019, assumir o cargo de membro não permanente do Conselho de Segurança das Nações Unidas.

No Burundi, país africano da Região dos Grandes Lagos, a situação é preocupante devido ao agravamento de uma crise humanitária, enquanto a RDC vai realizar eleições em Dezembro próximo. A  intenção do Governo belga é de ajudar estes países a alcançarem a paz.

A República de Angola e o Reino da Bélgica cooperam desde 1976. A 26 de Abril de 1983 assinaram um Acordo de Cooperação Económica, Científica e Cultural que definiu o quadro jurídico da parceria e instituiu a comissão mista.

Assuntos Cooperação  

Leia também
  • 06/02/2019 03:02:01

    Presidente italiano inicia programa de visita a Angola

    Luanda - O Presidente da Itália, Sergio Mattarella, inicia hoje, quarta-feira, o programa de visita a Angola com um encontro à porta fechada como o seu homólogo angolano, João Lourenço.

  • 05/02/2019 22:46:17

    Angola e Suécia querem ampliar oportunidades de negócios

    Estocolmo - Empresários, diplomatas e representantes de sectores oficiais de fomento comercial de Angola e da Suécia participam, quinta-feira, em um seminário de negócios denominado “Tempo para aumentar as actividades de negócios em Angola”, que terá lugar na capital sueca (Estocolmo), com objectivo de ampliar a oportunidades de negócios.

  • 05/02/2019 19:56:08

    PR italiano já em Luanda para visita de três dias

    Luanda - O Presidente da República Italiana, Sergio Mattarella, encontra-se desde as primeiras horas da noite de hoje (dia 05) em Luanda, a convite do homólogo angolano, João Lourenço, para, entre outros assuntos, analisar e aprofundar as relações bilaterais com Angola.

  • 05/02/2019 17:02:49

    RDC considera legítima protecção da riqueza de Angola

    Luanda - O Presidente da República Democrática do Congo (RDC), Félix Tshisekedi, reconheceu, nesta terça-feira, em Luanda, legitimidade de Angola na protecção da sua riqueza, face à exploração de estrangeiros ilegais.