Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

10 Setembro de 2018 | 21h35 - Actualizado em 12 Setembro de 2018 | 13h05

Namíbia quer reforços para eliminar criminalidade na fronteira com Angola

Lubango - O comandante-geral da Polícia da República da Namíbia, Sebastian Ndeitunga, defendeu hoje, segunda-feira, no Lubango, província da Huíla, a necessidade do reforço em recursos humanos e materiais na fronteira comum com Angola, com vista a eliminar actividades criminosas.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ao falar à imprensa, à margem da abertura, hoje, de um encontro de peritos e de preparação da 20ª reunião da Comissão Mista de Defesa e Segurança Angola – Namíbia, prevista para quarta-feira próxima, apesar de considerar estável e controlada a situação nos dois países, disse ser ainda preciso elevar o nível de formação dos técnicos para uma actuação uniforme entre ambas as partes.

Na ocasião, realçou que o encontro dos peritos vai discutir questões ligadas aos crimes transfronteiriços, considerados uma  problemática comum entre ambos, e balancear o grau de operactividade alcançado no período de 2016/2017.

“Esperamos abordar todos os problemas relacionados com tráficos de drogas e de seres humanos, imigração ilegal, roubos de gado e de viaturas, falsificação de documentos e desenvolver estratégias para o seu combate, pois um dos grandes objectivos dos dois governos é trabalhar para alcançar a livre circulação de pessoas e bens, realidade ainda parcial.”, acrescentou.

Refira-se que os peritos de Angola e Namíbia, divididos em três subcomités, nomeadamente, de Defesa, Segurança Pública e de Segurança Estatal, estão a trabalhar para concertação e elaboração de documentos de questões de interesse bilateral, nos domínios da defesa e segurança, na antecâmara do encontro ministerial previsto para esta quarta-feira, a ser presidido pelo ministro angolano do Interior, Ângelo Tavares.

Angola e  Namíbia partilham um perímetro fronteiriço de mil e 376 quilómetros e desde 2007 a circulação de pessoas dos dois países, nesta zona, é parcialmente livre. Participam no evento perto de 150 delegados. 

Leia também
  • 06/02/2019 03:02:01

    Presidente italiano inicia programa de visita a Angola

    Luanda - O Presidente da Itália, Sergio Mattarella, inicia hoje, quarta-feira, o programa de visita a Angola com um encontro à porta fechada como o seu homólogo angolano, João Lourenço.

  • 05/02/2019 22:46:17

    Angola e Suécia querem ampliar oportunidades de negócios

    Estocolmo - Empresários, diplomatas e representantes de sectores oficiais de fomento comercial de Angola e da Suécia participam, quinta-feira, em um seminário de negócios denominado “Tempo para aumentar as actividades de negócios em Angola”, que terá lugar na capital sueca (Estocolmo), com objectivo de ampliar a oportunidades de negócios.

  • 05/02/2019 19:56:08

    PR italiano já em Luanda para visita de três dias

    Luanda - O Presidente da República Italiana, Sergio Mattarella, encontra-se desde as primeiras horas da noite de hoje (dia 05) em Luanda, a convite do homólogo angolano, João Lourenço, para, entre outros assuntos, analisar e aprofundar as relações bilaterais com Angola.

  • 05/02/2019 17:02:49

    RDC considera legítima protecção da riqueza de Angola

    Luanda - O Presidente da República Democrática do Congo (RDC), Félix Tshisekedi, reconheceu, nesta terça-feira, em Luanda, legitimidade de Angola na protecção da sua riqueza, face à exploração de estrangeiros ilegais.