Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

14 Setembro de 2018 | 22h47 - Actualizado em 14 Setembro de 2018 | 22h47

Novo gestor do Memorial Agostinho Neto inicia funções

Luanda - O novo Presidente do Conselho de Administração do Memorial Dr. António Agostinho Neto, António Fonseca, foi empossado nesta sexta-feira, em Luanda, em acto dirigido pelo ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República, Frederico Cardoso.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República, Frederico Cardoso (à dir.) com António Fonseca

Foto: Fotos Cedidas

António Fonseca assina livro de posse

Foto: Fotos Cedidas

Para Frederico Cardoso, que falava no acto de posse, é preciso continuar a inovar para tornar conhecido das novas gerações e àqueles que nos visitem tudo quanto foi o lugar que Neto deixou, suas obras, ensinamentos, sua visão relativamente a Angola, a África e o mundo.

Em declarações à imprensa, no final do acto, o novo Presidente do Conselho de Administração do Memorial Dr. António Agostinho Neto, afirmou que numa primeira fase é fundamental Identificar os problemas e apelar ao engenho e arte para depois melhorar e cumprir com o papel reservado a Agostinho Neto.

Defendeu um debate alargado de ideias sobre as questões culturais. Comprometeu-se em divulgar a obra de Neto nas suas diversas vertentes através de um programa consistente.

O gestor disse que pode fazer mais em torno da divulgação, mas pretende, em primeiro lugar, criar uma equipa para o efeito.

Eugénia Neto

Para a viúva de Agostinho Neto, Eugénia Neto, é fundamental tornar realidade o desejo de preservar os valores da pátria, avançar para o mundo e respeitar.

Relativamente às músicas a tocar no Memorial, sugere que sejam sacra e se for angolana, entende que tenha de ser suave. “As pessoas não se compenetram que ali é um cemitério. Não é um sítio para farras nem de álcool”.

Na óptica de Eugénia Neto, Se não se respeita o valor simbólico de Agostinho Neto, não vale à pena ter o mausoléu.

Segundo a viúva do primeiro presidente de Angola, a mensagem que fica é que é preciso levar as crianças ao mausoléu.

Ministra da Cultura

A ministra da Cultura teceu considerações em torno do perfil do novo PCA, que está ao serviço da cultura há 38 anos e um longo tempo dedicado ao jornalismo cultural e à investigação.

“As suas qualidades profissionais e determinação na investigação de questões culturais, é para nós um estímulo”, disse Carolina Cerqueira que tem certeza que o Memorial ficará em boas mãos.

Poderemos começar a trabalhar desde já no programa do centenário do fundador da nação angolana, conforme foi orientado pelo Presidente da República. Que o nome de Neto seja honrado pelos filhos e filhas de Angola. 

António Fonseca substitui no cargo Jomo Fortunato que foi exonerado pelo Presidente da República a 03 de Agosto último, devido a verificação de condutas inapropriadas durante a realização de actividades culturais no interior daquela instituição.

O Memorial Dr António Agostinho Neto tem por vocação homenagear a figura do Presidente da República, Dr António Agostinho Neto, fundador da Nação e primeiro Chefe de Estado de Angola.

Leia também
  • 08/11/2018 17:21:25

    Reino Unido confirma financiamento a Angola

    Luanda - A baronesa britânica Lindsay Northover, enviada especial da primeira-ministra, Theresa May, confirmou hoje, quinta-feira, que o governo do seu país tem disponível para Angola financiamento para projectos nos sectores da energia e saúde.

  • 08/11/2018 16:36:21

    Síntese das principais notícias das últimas 24 horas

    Luanda - A Agência Angola Press incluiu na sua emissão das últimas 24 horas, entre outros, os seguintes assuntos:

  • 08/11/2018 10:59:47

    Petrolífera ENI reafirma investimento em Angola

    Luanda - A multinacional do sector petrolífero ENI vai continuar a investir em Angola, um mercado onde, nos últimos 12 meses, a empresa registou um aumento da sua produção na ordem dos 50 mil barril/dia.

  • 08/11/2018 10:59:42

    Campus Universitário da UAN retoma obra da Fase 1

    Luanda - Os trabalhos de conclusão da Fase 1 das instalações do Campus Universitário da Universidade Agostinho Neto (UAN), no distrito urbano da Cidade Universitária, à Camama, em Luanda, vão ser retomadas em breve, dependendo unicamente da abertura do respectivo concurso público.