Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

01 Outubro de 2018 | 20h39 - Actualizado em 02 Outubro de 2018 | 12h05

Presidente da República consternado pela morte de Ambrósio Lukoki

Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, manifestou sentimentos de pesar pelo embaixador Ambrósio Lukoki, falecido nesta segunda-feira (dia 1), numa das clínicas de Luanda, vítima de doença.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Presidente da República, João Lourenço

Foto: Cedida

“Com profunda consternação, recebi a noticia do passamento físico do embaixador Ambrósio Lukoki, dirigente histórico do MPLA, que cedo se inscreveu na luta pela independência da Nação Angolana e que, a seguir, exerceu relevantes cargos ao nível do partido e do Governo, sendo conhecido pela sua dedicação e competência e pela frontalidade e firmeza das suas opiniões”, lê-se na nota de condolências chegada à Angop.

Segundo o Presidente da República, a acção do embaixador a nível partidário, governamental ou diplomático, na qualidade de membro da Direcção do MPLA, de Ministro ou de embaixador
no exterior, esteve sempre ao serviço dos superiores interesses do povo angolano, razão pela qual a sua prematura perda é mais sentida por todos.

“Nesta hora de luto e de dor exprimo à Família enlutada, em meu nome e no de minha Esposa, os mais sinceros sentimentos de pesar, com o desejo de que consigam superar tão difícil momento, com o apoio dos amigos e companheiros das longas jornadas políticas do malogrado”, refere.

Ambrósio Lukoki foi ministro da Educação no tempo do primeiro Presidente de Angola, Agostinho Neto, embaixador plenipotenciário de Angola em França (2002 a 2006) e na Tanzânia (2006 até a sua morte).

Assuntos Luto  

Leia também