Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

10 Outubro de 2018 | 22h01 - Actualizado em 11 Outubro de 2018 | 11h18

Responsável quer relações laborais baseadas em direitos humanos

Luanda - A secretária de Estado dos Direitos Humanos e Cidadania, Ana Celeste Januário, advogou hoje (quarta-feira) no município de Viana, em Luanda, que o Workshop sobre o "Direito ao Trabalho e Direitos Humanos" contribua decisivamente para o desenvolvimento das relações laborais, com maior incidência para o trabalhador.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Secretária de Estado dos Direitos Humanos e Cidadania, Ana Celeste Januário (arquivo)

Foto: Pedro Parente

A responsável teceu essas declarações à imprensa no âmbito da abertura do Workshop organizado pelo Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos, numa  parceria com a  Universidade Jean Piaget, tendo realçado  que se pretende reflectir com a comunidade académica, a importância dos instrumentos internacionais e nacionais de direito do trabalho em sede de direitos humanos.

Indicou que as instituições do ensino superior constituem um lugar para a construção de uma cidadania voltada para os direitos humanos, tendo acrescentado a necessidade de se juntar sinergias com vista a adoptar o cidadão angolano de ferramentas de pleno exercício, visando o estado democrático e de direito.

Para a governante, o diálogo propicia  o crescimento intelectual, bem como o progresso dos índices de desenvolvimento humano e sustentado.

Lançou um desafio a direcção da Universidade Jean Peaget de ministrar cursos de especialização pós graduação, mestrados e doutoramento em direito do trabalho, direitos humanos, por forma a elevar o nível de conhecimento da comunidade acadêmica.

Por sua vez, o reitor desta universidade, Pedro Domingos Peterson, enalteceu a parceria estabelecida com o Ministério da Justiça e dos  Direitos Humanos e frisou  que a mesma vai ajudar na formação dos docentes desta  instituição do ensino superior.

O seminário faz parte de um projecto do Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos denominado “Educação para uma cultura dos Direitos Humanos” e tem como objectivo  reflectir com a comunidade académica a importância dos instrumentos internacionais de Direitos Humanos aplicados no Direito ao Trabalho.

Durante o workshop decorrido no auditório da Universidade Jean Piaget, em Viana, foram igualmente abordados temas sobre “Direito ao trabalho e não descriminação”, “A situação do trabalho infantil em Angola”, “Protecção dos direitos da criança, exploração infantil” , e o “ Trabalho condigno em Angola”.

Participaram do evento docentes, estudantes e membros de organizações da Sociedade Civil.

Leia também
  • 01/11/2018 10:47:30

    Comissão africana destaca avanços dos direitos humanos em Angola

    Luanda - A comissão Africana dos Direitos Humanos e dos Povos destacou, quarta-feira, os avanços no ramo dos direitos humanos, registados por Angola, e a qualidade dos relatórios apresentados pelo país, durante a 63ª sessão ordinária deste organismo, que decorreu em Banjul, na Gâmbia.

  • 01/11/2018 06:47:35

    Comandante reitera combate ao crime com Operação Resgate

    Luanda - O comandante Geral da Polícia Nacional, Paulo de Almeida, reiterou na quarta-feira, em Luanda, que a "Operação Resgate" visa reprimir e prevenir os comportamentos criminosos em todo país.

  • 27/10/2018 19:31:18

    MPLA prepara candidatos para autarquias

    Luanda - A direcção do MPLA está a preparar um conjunto de instrumentos que vão orientar a forma de organização, participação e selecção dos seus candidatos nas autarquias, tendo em conta o significado histórico e político do processo, informou a vice-presidente do partido governante, Luisa Damião.

  • 25/10/2018 23:32:43

    Angola concorre para "ACABQ"

    Luanda - Angola é um dos seis países que concorre para o comité consultivo para as questões administrativas e orçamentais das Nações Unidas (Acabq-sigla em inglês) para o período 2019 a 2021.