Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

05 Janeiro de 2019 | 17h08 - Actualizado em 05 Janeiro de 2019 | 17h07

Destacada importância do 4 de Janeiro

Menongue - O 4 de Janeiro de 1961, tornou-se num marco de referência incontornável, que impulsionou os angolanos para a Luta de Libertação Nacional, um valor histórico que deve ser transmitido às novas gerações para o contínuo reconhecimento.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

 

Este facto foi destacado, nesta sexta-feira, na comuna do Missombo, município de Menongue, pelo governador do Cuando Cubango, Pedro Mutindi, por ocasião da celebração do 4 de Janeiro, Dia dos Mártires de Repressão Colonial.

“Devemos reconhecer que, os acontecimentos de Baixa de Cassanje são de extrema importância para a história do nosso país, pois aumentaram a consciência de liberdade dos patriotas angolanos”, defendeu.

Referiu que, esta data remota de um período relativamente mais longo, se se partir do facto de que os povos que habitam hoje o território angolano sempre resistiram, desde 1482, à penetração do colonialismo português.

Destacou as figuras como Ginja Kuvu, Ngola Kiluanje, Rainha Ginja Mbandi, Nkimba Vita, Ngola Mbandi, Mandume, Ekuikui, entre outros, que distinguiram-se como exemplos de bravura, patriotismo e sempre se opuseram à presença estrangeira em Angola.

“Os angolanos registaram, com tristeza, a morte de centenas, senão de milhares de camponeses na Baixa de Cassenje, em Malange, vítimas da brutalidade do exército colonial português, por reivindicação de condições dignas de trabalho”, lembrou.

Por outro lado, sublinhou que o Executivo Angolano continua a desenvolver acções que visam a melhor repartição do rendimento nacional, no apoio da implementação dos programas municipais integrados de desenvolvimento rural e combate à fome e à pobreza.

Disse que estão ainda em curso outros programas, um dos quais virados para à elevação do nível desenvolvimento sustentável dos Antigos Combatentes e das suas famílias, com iniciativas de serem organizadas associações, para o fomento da agricultura e outras acções de ocupação profissional.

O objectivo, como aflorou, é da garantia de auto-sustento das famílias para o combate os níveis de pobreza no país, em particular no Cuando Cubango, pelo que os Antigos Combatentes devem continuar a transmitir aos mais jovens o legado de coragem, bravura, patriotismo e amor pátria que os moveu na conquista das variadas batalhas.

Leia também
  • 05/02/2019 20:51:37

    Norberto Garcia é interrogado na quarta-feira

    Luanda - O réu Norberto Garcia, antigo director da Unidade Técnica para Investimento Privado (UTIP), vai ser interrogado esta quarta-feira durante a 9ª sessão de julgamento da Burla Tailandesa que decorre na 1ª Câmara Criminal do Tribunal Supremo.

  • 05/02/2019 05:43:18

    Pinda Simão enaltece sacrifício dos nacionalistas

    Uíge - O governador provincial do Uíge, Pinda Simão, enalteceu o empenho dos heróis de 04 de Fevereiro, que deram à sua vida e consentiram sacrifícios para o alcance da independência nacional.

  • 05/02/2019 00:46:39

    Município de Camacupa ganha novas infraestruturas sociais

    Camacupa - A população do município de Camacupa, província do Bié, ganhou novas infra-estruturas sociais, inauguradas segunda-feira no quadro das celebrações do Dia do início da Luta Armada.

  • 04/02/2019 16:37:21

    Inauguração de vários empreendimentos marca 53º aniversário do início da Luta Armada

    Camanongue - A inauguração de um Jango para os antigos combatentes e veteranos da pátria e do Centro Infantil Comunitário (CIC), hoje, segunda - feira, na sede municipal de Camanongue, pelo governador provincial do Moxico, Gonçalves Muandumba, marcou as comemorações do 53º aniversário do início da luta armada em Angola.