Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

09 Janeiro de 2019 | 17h49 - Actualizado em 09 Janeiro de 2019 | 20h16

Detectados mais de 50 processos falsos para atribuição de viaturas

Ondjiva - Cinquenta e sete processo de requerimentos falsos para devolução de viaturas foram detectados pela comissão técnica na província do Cunene, disse hoje, na região, o Procurador da República em exercício, Joaquim Panzo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Dos 63 processos de reclamação que deram entrada na referida comissão para restituição de 83 viaturas, apenas seis estavam em conformidade, reforçou à Angop o magistrado.

No âmbito desta acção, esclareceu que foram já detidos três cidadãos, sendo dois nacionais e um estrangeiro, enquanto que os documentos falsos foram encaminhados para os Serviços de Investigação Criminal (SIC).

Estes indivíduos deverão ser responsabilizados criminalmente de forma a reduzir está tendência e descobrir-se a origem dos documentos, como títulos de propriedades, livretes e facturas emitidas antes do registo de importação dos veículos, disse.

Esclareceu que, neste momento, a morosidade de entrega das viaturas não é uma questão da comissão, mas dos importadores que tentam de várias formas ludibriar o possesso.

Joaquim Panzo alertou aos cidadãos que insistirem em apresentar documentos falsos, que  poderão ser constituídos arguidos por crime de falsificação de documentos.

Foram já restituídas a seus proprietários 18 viaturas para registo e matrícula, das 343 catalogadas e retidas há cinco anos ao abrigo dos Decretos Presidenciais, Nº 05/08 e 62/14, que proibia a entrada de viaturas no país com mais de três anos de uso, bem como a circulação de viaturas com o volante à direita.

O Decreto Presidencial, assinado no dia 18 de Junho de 2018, pelo Presidente, João Lourenço, revogou tais instrumentos legais e volta a permitir a importação de viaturas com seis e dez anos de uso.

Assuntos Província » Cunene  

Leia também
  • 09/01/2019 19:28:21

    Dificuldades financeiras condicionam actividades de desminagem

    Ondjiva - As actividades de desminagem em trinta e seis zonas suspeita de minas na província do Cunene encontram-se paralisadas por falta de verbas, uma vez que desde 2015 as três operadoras reclamam por cabimentação financeira.

  • 08/01/2019 00:01:17

    Governador do Cunene quer mais mulheres nos órgãos de direcção

    Ondjiva - O governador do Cunene, Vigílio Tyova, defendeu nesta segunda-feira,em Ondjiva, a necessidade de incluir mais mulheres nos órgãos de direcção e chefia na província, para maior afirmação e equilíbrio do género na estrutura do governo.

  • 04/01/2019 21:48:43

    Desactivada 22 minas anti-tanques no Cunene

    Ondjiva- Vinte e duas minas anti-tanque e 10 anti-pessoal foram desactivadas e destruídas na província do Cunene, durante o ano de 2018, disse hoje, sexta-feira, o oficial de ligação da Comissão Nacional Intersectorial de Desminagem e Assistências humanitárias (CNIDAH), Mário Satipamba.