Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

12 Janeiro de 2019 | 11h46 - Actualizado em 12 Janeiro de 2019 | 11h46

Unidades penitenciárias registam superlotação acima dos 60 por cento

Mbanza Kongo - As duas unidades penitenciárias (Nkiende e Mangue grande) existentes nos municípios de Mbanza Kongo e do Soyo, província do Zaire, registam, actualmente, uma superlotação na ordem dos 66 por cento, criando, deste modo, constrangimentos no seu funcionamento.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A constatação vem expressa no comunicado final da 4ª reunião da Comissão Provincial de Coordenação Judicial do Zaire realizada sexta-feira, em Mbanza Kongo, sob a orientação do juiz presidente do Tribunal local, Eugênio Domingos.

Segundo o documento a que a Angop teve acesso hoje (sábado), os dois estabelecimentos prisionais têm a capacidade de internar 470 reclusos, estando, presentemente, encarcerados nas duas unidades penitenciárias, 779 cidadãos entre nacionais e estrangeiros.

A necessidade da criação de condições para a construção na província de um centro de reeducação para o internamento de menores em conflito com a lei, assim como a instalação do sistema operativo de scanner nos postos fronteiriços da região, foram entre as recomendações saídas deste evento.

Os participantes recomendaram igualmente a criação de condições no hospital provincial do Zaire para a realização de testes de DNA, com objectivo de facilitar a resolução de casos de fuga à paternidade, visando tornar célere e credível a investigação de vários crimes.

Quanto à imigração ilegal, os membros da Comissão Provincial de Coordenação Judicial foram informados, que de Janeiro a Dezembro de 2018 foram expulsos pelo Serviço de Migração e Estrangeiros (SME), 1.128 cidadãos de nacionalidades diversas, dos quais 1.101 por decisão administrativa e 27 por medidas judiciais.

Foram recusados a entrar no território nacional por inobservância às normas migratórias, 470 cidadãos da República Democrática do Congo (RDC).

Integram a Comissão Provincial de Coordenação Judicial do Zaire, entre outros sectores, Saúde, Interior, Família, Justiça e INAC (instituto nacional da criança).

Leia também
  • 11/01/2019 12:20:01

    Tribunal provincial julga mais de 800 processos-crime

    Mbanza Kongo - Oitocentos e 47 processos-crime foram julgados de Janeiro a Dezembro do ano passado, pelo Tribunal Provincial do Zaire, em Mbanza Kongo, representando um acréscimo de 50 processos face ao período homólogo de 2017.

  • 09/01/2019 13:27:13

    MPLA no Zaire prepara caminhos para autarquias

    Mbanza Kongo - A um ano das eleições autárquicas, o primeiro secretário provincial do Zaire do MPLA, Pedro Makita Armando Júlia, considerou 2020 um ano decisivo para as aspirações daquele partido, que almeja alcançar resultados satisfatórios na região.

  • 07/01/2019 12:06:56

    Reduzem infracções na fronteira com a RDC

    Mbanza Kongo - Oitenta e três infracções diversas foram registadas, nos últimos sete dias, no perímetro fronteiriço entre a província angolana do Zaire e a região do Congo Central (RDC), verificando-se uma redução de oito casos comparativamente à semana anterior.