Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

22 Janeiro de 2019 | 21h50 - Actualizado em 22 Janeiro de 2019 | 21h49

Angola pode aproveitar experiência cubana no sector do turismo

Luanda - A República de Cuba pode contribuir na diversificação da economia em Angola, em vários domínios, com destaque para o turismo e serviços de saúde, afirmou hoje, terça-feira, o secretário de estado das relações exteriores, Tete António.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Embaixadora de Cuba em Angola, Esther Armenteros

Foto: António Escrivão

Em declarações a Angop,  na cerimónia alusiva ao 60º aniversário do triunfo da Revolução Cubana, assinalado a 1 de Janeiro, o responsável afirmou que Cuba desenvolveu uma boa capacidade no sector turístico, tanto em infra-estruturas como comportamental, que Angola pode aproveitar com êxito.

De acordo com Tete António, Angola também  pode obter grandes  benefícios no concernente a prestação de serviços médicos, uma vez que Cuba tem uma vasta experiência nesta área de suma importância para o desenvolvimento de um país.

Em relação ao actual estado das relações entre ambos os países, frisou que, tanto em Cuba como em Angola, estão a se registar mudanças  significativas e neste contexto a cooperação existente deve acompanhar a dinâmica imprimida.

 Realçou que os dois países estão a analisar quais os sectores onde se pode  reforçar a cooperação bilateral, tendo em conta onde se registaram dificuldades, para posteriores correcções.       

 Tete  António considera que as relações entre ambos são de conivência e irmandade e que o país caribenho sempre se prontificou em reforçar as mesmas, pondo inclusive a disposição de Angola os seus recursos humanos.

Por seu turno, a embaixadora de  Cuba em Angola, Esther Armenteros, realçou o nível de cooperação existente entre os dois os países. A diplomata  frisou que, ao longo dos 60 anos do triunfo da revolução cubana, foram muitos os sacrifícios que o povo desse país teve que enfrentar, com destaque para o bloqueio económico imposto pelos Estados Unidos.

Destacou  os avanços alcançados nos domínios da saúde, educação, turismo entre outros sectores que  merecem o reconhecimento da comunidade internacional.

Assuntos Angola   Diplomacia  

Leia também
  • 05/02/2019 18:57:24

    Íntegra da declaração do Presidente da República

    Luanda - Íntegra da declaração pronunciado nesta terça-feira, em Luanda, pelo Presidente da República, João Lourenço, na abertura da conferência de imprensa conjunta, por ocasião da visita oficial e de trabalho do homólogo Félix Tshisekedi, da República Democrática do Congo.

  • 05/02/2019 17:02:49

    RDC considera legítima protecção da riqueza de Angola

    Luanda - O Presidente da República Democrática do Congo (RDC), Félix Tshisekedi, reconheceu, nesta terça-feira, em Luanda, legitimidade de Angola na protecção da sua riqueza, face à exploração de estrangeiros ilegais.

  • 05/02/2019 15:54:26

    PR prioriza cooperação com RDC

    Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, apontou hoje, terça-feira, como prioridades a cooperação nos domínios da segurança e economia com a República Democrática do Congo (RDC).

  • 05/02/2019 05:43:18

    Pinda Simão enaltece sacrifício dos nacionalistas

    Uíge - O governador provincial do Uíge, Pinda Simão, enalteceu o empenho dos heróis de 04 de Fevereiro, que deram à sua vida e consentiram sacrifícios para o alcance da independência nacional.