Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

22 Janeiro de 2019 | 16h07 - Actualizado em 22 Janeiro de 2019 | 16h06

MPLA encoraja governo a redobrar acções para mitigar efeitos da seca

Ondjiva - As autoridades provinciais do Cunene foram encorajadas esta terça-feira, na região, pela Comissão Executiva do Comité Provincial do MPLA, a continuar a intensificar as acções para acudir a população afectada pela seca, no sentido de mitigar a situação.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O encorajamento vem expresso numa nota da Comissão Executiva do MPLA, chegada hoje à Angop, onde reconhece os esforços do governo local em acudir os cidadãos, ao nível dos seis municipios afectados pela seca, através da assistência na distribuição de água potável e colocação de reservatórios.

Há três mesess que não chove com a regularidade na região e, fruto da situação, a produção agrícola está condicionada, existindo uma carência de água para consumo humano  e dos animais, situação que levou o governo adoptar medidas preventivas.

Para mitigar e atender as 284 mil e 780 pessoas e os 255 mil e 240 animas diversos sob ameaça da seca, está em carteira um plano de emergência e contingência de assistência, através da abertura de 35 novos furos de água e do desassoreamento das chimpacas.

Quanto à situação da fome, consta do plano a aquisição de milho nas províncias da Huíla e Huambo, para garantir o stock alimentar, uma vez que se prevê escassez de alimentos nas zonas rurais.

Ainda no domínio da agricultura, serão adquiridas sementes de massango de ciclo vegetativo curto na República da Namíbia.

A seca no Cunene é um problema cíclico cuja solução definitiva passa pela construção de canais abertos junto dos rios que circundam a província, de modo a que as populações nas zonas rurais deixem de depender unicamente das chuvas para a agricultura, consumo humano e para os animais.

Segundo dados do Censo de 2014, no Cunene 68 por cento dos agregados familiares dedicam-se à agricultura e a pecuária.

Assuntos Província » Cunene  

Leia também
  • 02/02/2019 19:21:13

    Cunene: SME expulsa estrangeiros por irregularidade migratória

    Ondjiva - Quatro cidadãos namibianos e um centro-africano , em situação migratória ilegal na província do Cunene, foram expulsos do país nos últimos sete dias, através do posto fronteiriço de Santa-Clara.

  • 30/01/2019 18:28:47

    Recomendada tradução dos manuais sobre direitos humanos

    Ondjiva - A tradução dos manuais e folhetos informativos sobre os direitos humanos em línguas nacionais foi recomendada esta quarta-feira, em Ondjiva (Cunene), pelos membros do Comité de Direitos Humanos na região.

  • 28/01/2019 13:46:07

    Governo busca soluções para combate à seca no Cunene

    Ondjiva - O governo angolano está a avaliar a seca no Cunene, um problema cíclico que afecta, pelo menos, 284 mil 780 pessoas, numa região que tem 990 mil e 87 habitantes.

  • 27/01/2019 16:31:34

    SME regista aumento de 688 movimento migratório no Cunene

    Ondjiva - Catorze mil e 432 movimentos migratórios, de nacionais e estrangeiros, foram registados nos últimos sete dias, na fronteira com Angola/Namíbia, pelo Serviço de Migração Estrangeiro (SME) no Cunene, com o acréscimo de 688 em relação a igual período anterior.