Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

22 Janeiro de 2019 | 20h32 - Actualizado em 22 Janeiro de 2019 | 20h32

SJA pede reavaliação de medidas na RNA

Luanda - O Sindicato dos Jornalistas Angolanos (SJA) solicitou, nesta terça-feira, que o Conselho de Administração da Rádio Nacional de Angola (RNA) reveja a situação dos trabalhadores com vínculos laborais suspensos.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Teixeira Cândido, Secretário-geral do Sindicato dos Jornalistas.

Foto: Joaquina Bento

Em nota de imprensa, a propósito da suspensão do jornalista Amilcar Xavier, o SJA refere que essa medida "configura violação dos seus contratos".

Entende que os trabalhadores da Rádio Nacional "cujos vínculos se encontram suspensos não apresentam qualquer duplo vínculo, mas sim duplo emprego".

No seu comunicado, a que a Angop teve acesso, o Sindicato dos Jornalistas Angolanos reitera a importância do diálogo permanente em situação de conflitos laborais.

Na última segunda-feira, o Conselho de Administração da RNA divulgou um comunicado sobre o assunto, pelos meios convencionais de comunicação social e não pelas redes sociais, a fim de dar uma explicação institucional à opinião pública.

Segundo a estação radiofónica, o jornalista Amílcar Xavier, contrariamente ao que foi posto a circular nas redes sociais, não foi despedido por incompatibilidade.

Esclareceu que o profissional encontra-se, desde 04 de Maio de 2018, em regime de suspensão de vínculo jurídico-laboral, por ter assumido o cargo de director de Informação da TV Zimbo, em meados de 2018, sem informação prévia à RNA.

Assuntos Jornalismo  

Leia também
  • 18/05/2018 18:00:38

    Código penal salvaguarda exercício da liberdade de imprensa

    Luanda - O novo código penal procura proteger, por via do direito penal e decorrente da própria Constituição da República, alguns bens jurídicos no plano individual, como o bom nome, a reputação e a vida privada, susceptíveis de serem ofendidas no exercício da liberdade de imprensa.

  • 08/01/2018 12:03:17

    Angola: Frases-chave do Presidente da República

    Luanda - Frases-chave das declarações a jornalistas do Presidente da República de Angola, João Lourenço, hoje, quando falava na entrevista colectiva e que coincidiu com os primeiros 100 dias do seu mandato.

  • 09/06/2017 19:37:41

    Angola: Jornalistas exortados à isenção na cobertura das eleições

    Luanda - Os jornalistas angolanos foram exortados nesta sexta-feira, em Luanda, a cobrirem os actos inerentes à realização das eleições gerais de 23 de Agosto de 2017 com isenção e responsabilidade, para o êxito do processo.