Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

09 Fevereiro de 2019 | 09h49 - Actualizado em 09 Fevereiro de 2019 | 09h49

FAA pretendem melhorar mecanismos de apoio à Policia Nacional

Lubango - As Forças Armadas Angolanas (FAA) pretendem melhorar os mecanismos de apoio à Policia Nacional (PN) e elevar a vigilância fronteiriça para reduzir o fluxo de cidadãos estrangeiros que entram ilegalmente no país, a pretexto de busca de melhores condições de vida.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

General, Egídio de Sousa e Santos - cemg/FAA

Foto: Lucas Neto

A pretensão foi reafirmada sexta-feira, no Lubango, pelo Chefe do Estado-Maior general das FAA, António Egídio e Santos, quando discursava no encerramento da reunião de dirigentes das FAA, sob o lema: “Imobilizar, reestruturar e fortalecer”, que durou três dias.

De acordo com o general de exército, os estrangeiros instalam-se em zonas de exploração de diamantes e dedicam-se à exploração destes recursos, em muitos casos, com o auxílio de cidadãos nacionais.

“Temos que continuar a desencorajar esta prática que põe em causa os interesses do Estado angolano e a sustentabilidade dos seus recursos naturais, cuja exploração deve ser feita apenas mediante licença ou autorização das autoridades competentes, em conformidade com a lei”, disse.

Acrescentou que a nível regional, a segurança e a estabilidade do país depende, em grande medida, da situação vigente nos países vizinhos.

Por outro lado, referiu que desde a última reunião de dirigentes realizada em Fevereiro de 2018 no Comando do exército, as principais atenções daquele órgão tem estado viradas para as questões organizativas de instrução, treino e adestramento operacionais no seio de efectivos da FAA, com vista a torná-las cada vez mais eficientes no cumprimento da sua missão.

O evento que teve a duração de três dias abordou de entre vários assuntos, o processo da potenciação e reequipamento das bases militares, os programas relativos ao completamento das unidades com pessoal e meios técnicos, entre outros assuntos.

Participaram do encontro generais e almirantes provenientes das unidades militares do país.

Assuntos FAA   Província » Huíla  

Leia também
  • 06/02/2019 22:05:36

    General "Disciplina" quer empenho dos comandantes de tropas

    Lubango - O chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas Angolanas (FAA), general António Egídio e Santos "Disciplina", exortou hoje, quarta-feira, no Lubango, província da Huíla, aos comandantes de tropas mais empenho para o êxito das actividades militares, a iniciarem em Março deste ano.

  • 01/02/2019 21:30:14

    FAA apela à transmissão de conhecimento

    Luanda - O chefe do Estado Maior General das Forças Armadas Angolanas, Egídio de Sousa Santos, apelou hoje aos nacionalistas com conhecimento técnico e cientifico a transmitirem o seu legado às novas gerações, por forma a perspectivarem o futuro com a experiência do passado.

  • 31/01/2019 13:03:55

    Vice-presidente enaltece contributo do general António N'dala

    Luanda - O Vice-presidente da República, Bornito de Sousa, rendeu nesta quinta-feira, em Luanda, homenagem ao general António N'dala, falecido a 24 de Janeiro, por doença, aos 70 anos e enalteceu o contributo do malogrado à causa do país.