Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

09 Fevereiro de 2019 | 11h26 - Actualizado em 09 Fevereiro de 2019 | 11h26

Visitas dos presidentes da RDC e Itália constituem destaques

Luanda - As visitas a Angola dos presidentes da República Democrática do Congo (RDC), Félix Tshisekedi, e da Itália, Sérgio Mattarella, dominaram as notícias de carácter político divulgadas pela Angop na última semana.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Presidente da República, João Lourenço, encontra-se com homólogo da RDC Félix Tshisekedi

Foto: Pedro Parente



Foi a primeira visita ao estrangeiro de Félix Tshisekedi, desde que assumiu o poder na RDC a 24 de Janeiro transacto, e a primeira a Angola de um Chefe de Estado italiano.

No decurso da semana, o Presidente da República, João Lourenço, recebeu em audiências separadas um enviado especial do homólogo do Zimbabwe, Emmerson Mnanguagwa, e membros da Comissão para os Assuntos Económicos e Energia do Parlamento alemão.

Ainda nos últimos sete dias, o Chefe de Estado angolano manifestou consternação, pelas vítimas mortais do acidente de viação ocorrido na província do Cuanza Norte.

O acidente resultou em 14 mortos e em vários feridos, incluindo crianças.

No quadro parlamentar, a Assembleia Nacional aprovou na especialidade as propostas de Lei do Código do Imposto sobre o Valor Acrescentado (IVA) e do Imposto sobre o Rendimento do Trabalho (IRT).

No quadro das efemérides, o país assinalou o 4 de Fevereiro que, em 1961, marcou o início da Luta Armada de Libertação Nacional, uma acção que culminou com a proclamação da independência do país a 11 de Novembro de 1975.

No sector da justiça as atenções estiveram voltadas ao mediático julgamento do caso conhecido por "Burla Tailandesa", que na última semana começou a colher o depoimento do  ex-director da extinta Unidade Técnica para Investimento Privado (UTIP), Norberto Garcia.

O ex-director da extinta UTIP é um dos quatro réus angolanos arrolados no processo.

Os arguidos (10) deste caso são acusados pelo Ministério Público de falsificação de documentos, burla por defraudação, associação de malfeitores e branqueamento de capitais.

Assuntos Angola   Resenha  

Leia também