Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

05 Fevereiro de 2019 | 15h54 - Actualizado em 05 Fevereiro de 2019 | 18h00

PR prioriza cooperação com RDC

Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, apontou hoje, terça-feira, como prioridades a cooperação nos domínios da segurança e economia com a República Democrática do Congo (RDC).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Presidente da República, João Lourenço

Foto: Pedro Parente

Presidente da República, João Lourenço (à dir.) com homólogo da República Democrática do Congo, Félix Tshisekedi

Foto: Pedro Parente

João Lourenço intervinha numa conferência de imprensa com o homólogo da RDC, Félix Tshisekedi, no jardim do Palácio Presidencial, em Luanda, depois de um encontro em privado.

Esta é a primeira visita ao estrangeiro de Félix Tshisekedi, investido Presidente da RDC a 24 de Janeiro deste ano.

Na ocasião, o estadista angolano sublinhou que os dois países não podem descurar a segurança da extensa fronteira comum (mais de 2500 quilómetros), sugerindo acordos nas áreas da segurança, ordem pública e no domínio migratório.

João Lourenço disse esperar que os dois países passem das velhas intenções para projectos em concreto.

Segundo o PR, se forem explorados os “imensos recursos minerais” com investimentos recíprocos num e noutro país, pode-se reduzir a taxa de desemprego.

Falou da necessidade de se reorganizar as trocas comerciais no geral e o transfronteiriço, em particular.

Manifestou o interesse em discutir e negociar o fornecimento de energia eléctrica para as províncias angolanas de Cabinda e do Zaire e outras regiões fronteiriças, a partir da RDC.

O estadista angolano  propõe que se explore melhor os Caminhos-de-Ferro de Benguela (CFB) e o Porto do Lobito, a fim de facilitar o processo de escoamento dos mineiros exportados do Katanga para os mercados internacionais e abrir portas às importações para a RDC.

João Lourenço sublinhou que os dois países podem partilhar experiências para superar desafios tais como a falta de infra-estruturas, electrificação, industrialização e desemprego.

O Presidente angolano acredita que cada um dos países tem muito para oferecer ao outro, com ganhos recíprocos e ultrapassar muitos desafios comuns.

Félix Tshisekedi, de 55 anos, é o quinto estadista da RDC, e é líder da União para a Democracia e o Progresso Social (UDPS), o maior e mais antigo partido de oposição da República Democrática do Congo.

Leia também
  • 05/02/2019 17:02:49

    RDC considera legítima protecção da riqueza de Angola

    Luanda - O Presidente da República Democrática do Congo (RDC), Félix Tshisekedi, reconheceu, nesta terça-feira, em Luanda, legitimidade de Angola na protecção da sua riqueza, face à exploração de estrangeiros ilegais.

  • 05/02/2019 12:45:03

    Angola defende maior impulso na cooperação com RDC

    Luanda - O ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto, disse esperar que o novo governo da República Democrática do Congo (RDC) possa dar uma nova dinâmica aos projectos de cooperação existentes entre os dois países.

  • 05/02/2019 12:06:37

    Tshisekedi já em Angola na primeira visita de Estado

    Luanda - O Presidente da República Democrática do Congo (RDC), Félix Tshisekedi, chegou na manhã desta terça-feira (dia 05) a Luanda, para uma visita oficial e de trabalho de algumas horas, marcando o início da sua agenda externa, desde a investidura ao cargo no dia 24 de Janeiro.