Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

16 Fevereiro de 2019 | 14h48 - Actualizado em 16 Fevereiro de 2019 | 18h25

Hospital Geral de Luanda melhora serviços

Luanda - Uma dotação de USD 1 milhão e 500 será aplicada, este ano, na aquisição de novos equipamentos e na melhoria dos serviços de assistências aos pacientes do Hospital Geral de Luanda (HGL).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Presidente da República, João Lourenço, durante a visita ao Hospital Geral de Luanda

Foto: Pedro Parente

Vista exterior do Hospital Geral de Luanda (HGL)

Foto: Pedro Parente

O montante, cabimentado este mês pelo Executivo, será aplicado na aquisição de aparelhos de Raio X, monitores e na melhoria dos serviços de ortopedia, fisioterapia, cardiologia, entre outros, informou, neste sábado, o director-geral da unidade, Carlos Zeca.

Em declarações à imprensa, à margem de uma visita do Presidente da República, João Lourenço, àquele hospital, sublinhou a importância da dotação, uma vez que alguns equipamentos estão inoperantes.

Disse que consta, entre o material avariado, aparelho de floroscopia (permite visualizar o estado do colo uterino, as trompas, bem com a via digestiva), e o de anjografia, que avalia os vasos sanguíneos.

Segundo o gestor, estas foram algumas das dificuldades apresentadas ao Presidente da República durante a visita de campo.

O Hospital Geral de Luanda, com uma área de cinco hectares, tem quatro bancos de urgência e garante assistência médica aos doentes internados, bem como consultas externas de segunda a sexta-feira.

Dos serviços prestados pelo hospital, edificado em 2006 e reabilitado seis anos depois, estão, também, os cirúrgicos (dez cirurgias/dia) e as consultas nos bairros adjacentes à unidade hospitalar.

Segundo o director-geral, o HGL conta com 463 trabalhadores de várias nacionalidades, entre médicos, enfermeiros, técnicos de diagnósticos e administrativos, mas precisa de outros mil e 678.

“Dois médicos no banco de urgência para atender diariamente 300 crianças não é fácil”, disse, ao referir-se ao número de quadros.

Explicou que a carência é minimizada com recurso a técnicos  estagiários de unidades académicas privadas e estatais que preparam lá o fim dos cursos, bem como médicos a enfermeiros voluntários.

Disse acreditar que a falta de quadros venha a ser resolvida nos próximos concursos públicos, sublinhando que a taxa de mortalidade no hospital é de 3.2 (corresponde ao falecimento num ano de pouco mais de mil 300 pacientes).

Durante a visita, o Presidente da República, acompanhado dos seus  dois ministros de Estado, do governador de Luanda, Sérgio Luther Rescova, da ministra da Saúde, Silva Lutucuta, e dos seus principais assessores, percorreu o hospital por quase duas horas.

João Lourenço visitou as diversas áreas do hospital, localizado no bairro Soba Capassa, no Distrito Urbano Nova Vida, no município do Kilamba Kiaxi.

A unidade tem 463 leitos, sendo 350 para adultos, 110 berços e 12 incubadoras e presta serviços de urgência em pediatria, medicina, cirurgia, ortopedia e traumatologia, ginecologia e obstetrícia e otorrinolaringologia.

Na unidade, ministram-se consultas externas de medicina interna, pediatria, ginecologia e obstetrícia, ortopedia, cirurgia, otorrinolaringologia, estomatologia, optometria, fisioterapia, cardiologia, neurologia, infectologia, defectologia, acupunctura, vigilância epidemiológica, psicologia, psiquiatria, oncologia, urologia e nutrição, bem como realiza vacinação.

Os serviços de apoio ao diagnóstico são complementados por laboratórios, imagiologia (TAC, RX, Ecografia), electropcardiologia, ecocardiologia e farmácia.

Leia também
  • 16/02/2019 18:24:30

    PR dará atenção especial à Saúde - Ministra

    Luanda - A ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, afirmou, neste sábado, na capital angolana, que o Presidente da República, João Lourenço, dará atenção especial à questão do reforço dos técnicos do sector, para melhorar a qualidade dos serviços.

  • 16/02/2019 17:46:09

    Resenha: Actividade presidencial marca semana política

    Luanda - A actividade presidencial marcou o noticiário de carácter político divulgado pela Angop nos últimos sete dias, em que se destacaram a jornada de campo a três instituições ligadas ao sector da saúde e cinco audiências.

  • 16/02/2019 16:48:00

    MINSA quer rever processo de privatização da Angomédica

    Luanda - O Ministério da Saúde (MINSA) deverá despoletar os mecanismos legais para que a Angomédica (fábrica de medicamentos) volte a constituir património do Estado, cujo processo de privatização foi pouco claro, informou este sábado, em Luanda, a ministra Sílvia Lutucuta.

  • 16/02/2019 14:58:02

    Hospital Geral retoma cirurgias a cataratas

    Luanda - O Hospital Geral de Luanda retoma no próximo domingo, 17 de Fevereiro, os ciclos de operações cirúrgicas a pacientes com cataratas, anunciou, neste sábado, na capital angolana, o director daquela unidade hospitalar, Carlos Zeca.