Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

16 Fevereiro de 2019 | 18h24 - Actualizado em 16 Fevereiro de 2019 | 22h55

PR dará atenção especial à Saúde - Ministra

Luanda - A ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, afirmou, neste sábado, na capital angolana, que o Presidente da República, João Lourenço, dará atenção especial à questão do reforço dos técnicos do sector, para melhorar a qualidade dos serviços.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Presidente da República, João Lourenço, visita Hospital Geral de Luanda

Foto: Pedro Parente

Ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta.

Foto: Rosario dos Santos

Segundo a governante, que falava à margem da visita do Presidente à Central de Compras de Medicamentos e Meios Técnicos e aos hospitais Geral de Luanda e Josina Machel, isto será feito de forma transversal, para todas as classes de saúde.

De acordo com a ministra, os grandes desafios daquelas unidades de assistência secundária prendem-se com os recursos humanos e equipamentos.

"Colocamos esta preocupação ao Presidente da República e acreditamos que, a curto prazo, teremos solução para o enquadramento de mais quadros", informou.

Sílvia Lutucuta mostrou-se preocupada com o facto de as faculdades do país não estarem a formar quadros suficientes para corresponder às necessidades.

Disse haver necessidade de melhorar a eficiência dos que já estão no secto e, ao mesmo tempo, ir admitindo mais quadros de forma gradual.

De acordo com a governante, é preciso exercer convenientemente esta profissão, para não pôr em risco a vida dos pacientes.

"A falha de um profissional de saúde pode terminar em morte. Estamos cheios de processos de inquéritos em curso. A nossa inspecção, por essa altura, desdobra-se em esforços para dar tratamento a esses inquéritos", exprimiu.

Na última etapa da sua jornada, o Presidente da República, João Lourenço, visitou as áreas do Hospital Josina Machel, uma unidade secular (fundada em 1883) com capacidade para 600 camas, que precisa de obras de restauro frequentemente e de novos equipamentos.  

Tem equipamentos com mais de 13 anos que precisam de reposição, segundo a responsável da instituição, Mariquinha Venâncio.

Acrescentou que a unidade hospitalar tem um banco de urgência muito pressionado, com 450 a 500 pacientes por dia nas várias especialidades.

"Precisamos de reabilitar as enfermarias e equipá-las com camas novas e outros instrumentos de trabalho, a par dos recursos humanos", referiu.

O hospital tem um orçamento anual de seis biliões de kwanzas, gerido para aquisição de medicamentos, material gastável, recursos humanos, entre outros, excepto a compra de equipamentos de grande monta.

Fundado em 1883 com a designação de "Maria Pia", a unidade funciona actualmente com 485 enfermeiros, 90 médicos nacionais e 36 expatriados.

Em 1977, a instituição foi rebaptizada com o nome de Josina Machel, embora os dois nomes sejam usados no letreiro que identifica o edifício.

Classificado como hospital nacional, sendo o seu órgão de tutela o Ministério da Saúde, a instituição comporta um banco de urgência, salas para internamento, blocos operatórios, laboratórios, entre outras. 

Leia também
  • 16/02/2019 16:48:00

    MINSA quer rever processo de privatização da Angomédica

    Luanda - O Ministério da Saúde (MINSA) deverá despoletar os mecanismos legais para que a Angomédica (fábrica de medicamentos) volte a constituir património do Estado, cujo processo de privatização foi pouco claro, informou este sábado, em Luanda, a ministra Sílvia Lutucuta.

  • 16/02/2019 14:58:02

    Hospital Geral retoma cirurgias a cataratas

    Luanda - O Hospital Geral de Luanda retoma no próximo domingo, 17 de Fevereiro, os ciclos de operações cirúrgicas a pacientes com cataratas, anunciou, neste sábado, na capital angolana, o director daquela unidade hospitalar, Carlos Zeca.

  • 16/02/2019 14:48:49

    Hospital Geral de Luanda melhora serviços

    Luanda - Uma dotação de USD 1 milhão e 500 será aplicada, este ano, na aquisição de novos equipamentos e na melhoria dos serviços de assistências aos pacientes do Hospital Geral de Luanda (HGL).