Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

05 Novembro de 2019 | 17h44 - Actualizado em 05 Novembro de 2019 | 17h44

Exército reafirma engajamento no rejuvenescimento do efectivo

Huambo - O comandante da Região Militar Centro (RMC), tenente-general Dinis Segunda Lucama, reafirmou hoje, terça-feira, no planalto central, o engajamento do Exército na formação e renovação do efectivo, no quadro do processo de rejuvenescimento para corresponder às exigências e dinâmica do serviço castrense.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O oficial general reassumiu o facto no encerramento do III curso de Excel Avançado do Exército, aberto no princípio a 15 de Agosto, com o lema “sob os desafios da reestruturação e modernização das Forças Armadas Angolanas – elevemos os conhecimentos dos especialistas de administração e finanças do Exército”.

Segundo o responsável militar, em representação do comandante do Exército Nacional, o processo de reestruturação das Forças Armadas Angolanas (FAA) cujos passos iniciais foram dados a nível dos três ramos (Exército, Força Aérea e Marinha de Guerra), pretende tornar as instituições militares mais modernas e capazes de face aos desafios do presente e do futuro.

Salientou que um dos grandes objectivos prende-se com a organização, disciplina e requalificação do efectivo, pois que são esses pressupostos que tornam possível a implementação do programa de reforma das FAA e do Exército, de forma particular.

Por este facto, o tenente-general Dinis Segunda Lucama ressaltou a importância dos cursos técnicos e o domínio das tecnologias de informação e comunicação na organização das instituições castrenses, principalmente em termos de gestão orçamental, para galvanizar as acções a curto, médio e longo prazo, tendo em conta as mudanças profundas no âmbito da administração e finanças.

A formação reuniu 38 especialistas de Administração e Finanças, idos do Instituto Superior Técnico Militar das Forças Armadas Angolanas e das Regiões Militares Cabinda, Centro, Leste, Norte e Sul.

A par destas cinco zonas castrenses, o Exército Nacional, criado a 17 de Dezembro de 1992 como uma das componentes das Forças Armadas Angolanas (FAA), no âmbito dos acordos de paz para Angola, autenticados em Bicesse, Portugal, a 31 de Maio de 1991, conta também com a Região Militar Luanda.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 29/10/2019 20:37:54

    Fórum dos Municípios aprofunda abordagens sobre políticas públicas

    Huambo - O secretário de Estado para Reforma do Estado, Márcio de Jesus Lopes Daniel, considerou hoje, terça-feira, que o Fórum dos Municípios e Cidades de Angola (FMCA), cuja 7ª edição acontece esta semana na província do Huambo, como um espaço privilegiado para a elaboração de programas específicos de beneficência às comunidades.

  • 29/10/2019 19:23:22

    Observatório político admite melhorias das liberdades no país

    Cachiungo - O representante do Observatório Político e Social de Angola (OPSA), Sérgio Calundungo, admitiu hoje, terça-feira, no município do Cachiungo (Huambo), haver melhorias significativas das liberdades no país, com realce para as de manifestação, expressão e de imprensa.

  • 28/10/2019 17:27:43

    Raúl Danda vai priorizar reformas na UNITA

    Huambo - Um conjunto de reformas vão ser operadas no seio da UNITA, caso o candidato Raúl Manuel Danda seja eleito presidente, tendo em conta a necessidade de melhor preparar o partido para a tomada e exercício do poder político no país.